Por um Brasil mais racional

Eli Vieira, no Bule Voador

A pedidos, opiniões deste editor:

– A defesa de Wanessa Camargo e Marcus Buaiz tentar creditar direitos de defesa contra injúria em nome do nascituro e pedir a prisão de Rafinha Bastos foi uma atitude ridícula e exagerada.

– Rafinha Bastos deveria pedir desculpas, se não pela piada com Wanessa Camargo, ao menos pela piada sobre estupro. Há limites para a liberdade de expressão, tanto quanto há limites para o direito de ir e vir. Quem diz que não há limite para liberdade de expressão vai ter que deixar eu exercer meu direito de ir e vir pisando em cima do rabo do seu gato, ou andando dentro da sua casa com galochas sujas de esterco fresco.

– Pessoas morreram pela liberdade de expressão, para que ela seja exercida na denúncia aos poderosos injustos, na livre investigação e argumentação em direção à verdade, e não para fazer quantas piadas babacas e sem graça você quiser.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Por um Brasil mais racional

8 Comentários

  1. Elis Silva disse:

    Programas babacas como o que trabalha o Rafinha Bastos nem deveriam ser assistidos…como que faço. Há pouquíssimo s programas bons e os que existem vão ao ar em horários incabíveis para o trabalhador brasileiro justamente porquê NÃO É DE INTERESSE DO GOVERNO QUE A POPULAÇÃO TENHA ACESSO Á CULTURA!!!

  2. Elis Silva disse:

    Programas babacas como o que trabalha o Rafinha Bastos nem deveriam ser assistidos…como que faço. Há pouquíssimo s programas bons e os que existem vão ao ar em horários incabíveis para o trabalhador brasileiro justamente porquê NÃO É DE INTERESSE DO GOVERNO QUE A POPULAÇÃO TENHA ACESSO Á CULTURA!!!

  3. Eu acho q a ideia daquela foto semelhante a esta, amplamente compartilhada nas redes sociais, não inocentava o Rafinha Bastos, mas expunha a nossa incoerência na maneira como tratamos os verdadeiros criminosos. Não conheci ninguém até agora que pense que o Rafinha Bastos não tenha errado, inclusive eu, penso q ele foi um tremendo babaca, mas trata-lo como inimigo pública número 1 é demais, né não?!

  4. Eu acho q a ideia daquela foto semelhante a esta, amplamente compartilhada nas redes sociais, não inocentava o Rafinha Bastos, mas expunha a nossa incoerência na maneira como tratamos os verdadeiros criminosos. Não conheci ninguém até agora que pense que o Rafinha Bastos não tenha errado, inclusive eu, penso q ele foi um tremendo babaca, mas trata-lo como inimigo pública número 1 é demais, né não?!

  5. Tá certo, se fosse pra comparar ao Maluf, aos MENSALEIROS DO PT, Zé Dirceu, José Genoíno, Marcos Valério, o povo todo poderia fazer tudo o que quisesse mesmo. Vamos parar com a palhaçada, povinho sem respeito aos outros.

  6. Tá certo, se fosse pra comparar ao Maluf, aos MENSALEIROS DO PT, Zé Dirceu, José Genoíno, Marcos Valério, o povo todo poderia fazer tudo o que quisesse mesmo. Vamos parar com a palhaçada, povinho sem respeito aos outros.

  7. O humor é determinado essencialmente pela personalidade de quem ri. (Na verdade, o comportamento do brasileiro que só “pensa naquilo”, fez com que a linguagem oriunda do comédia em pé, isenta de repressão, levasse o Cequecétero Rafinha Bastos a errar a mídia.
    Nota-se que além de muito improviso a bancada do CQC não tem roteiro).
    Inspiração não é só talento, é muita leitura, investigação e transpiração.
    Concordo com o Eli, não se deve nivelar as pessoas por baixo… com trocadilhos…

  8. Sejamos racionais 1: Wanessa Camargo e Marcus Buaiz tem direito de buscar a justiça porque se sentem ofendidos. Para isso existe, para julgarpartes em antagonismo por algum questão que não conseguiram resolver, o juiz julga…e…dá a sentença conforme seu arbítrio.  Essa chuva de palpites demonstra a irracionalidade e o desconhecimento dos opinólogos…porque já realizaram a “justiça”…julgando segundo suas opiniões e aproveitando  para  comparar com erros maiores ou menores de outros.

    Sejamos racionais 2: O assunto será julgado e alguém ganhará. Poderá recorrer até a última instância. Estamos tratando das leis do país.

    Sejamos racionais 3: Se temos direito a liberdade de expressão ( fato do qual tenho minhas confirmadas dúvidas) Rafinha pode falar o que quiser…(aguente as consequencias), Vanessa e Marcus podem ir a justiça( podem ganhar a causa ou não), esta multidaão de opinólogos poderia pensar se não há assuntos mais urgentes a comentar como por exemplo….por que os ministros do governo Lula….ops…me enganei….governo Dilma….caem por corrupção um atrás do outro….nada acontece….e o povo…apático….continua pensando em Wanessa, Rafinha e Marcus…

Deixe o seu comentário