O câncer de Lula me envergonhou

Gilberto Dimenstein, na Folha.com

Senti um misto de vergonha e enjoo ao receber centenas de comentários de leitores para a minha coluna sobre o câncer de Lula. Fossem apenas algumas dezenas, não me daria o trabalho de comentar. O fato é que foi uma enxurrada de ataques desrespeitosos, desumanos, raivosos, mostrando prazer com a tragédia de um ser humano. Pode sinalizar algo mais profundo.

Centenas de e-mails pediam que Lula não se tratasse num hospital de elite, mas no SUS para supostamente mostrar solidariedade com os mais pobres. É de uma tolice sem tamanho. O que provoca tanto ódio de uma minoria?

Lula teve muitos problemas –e merece ser criticado por muitas coisas, a começar por uma conivência com a corrupção. Mas não foi um ditador, manteve as regras democráticas e a economia crescendo, investiu como nunca no social.

No caso de seu câncer, tratou a doença com extrema transparência e altivez. É um caso, portanto, em que todos deveriam se sentir incomodados com a tragédia alheia.

Minha suspeita é que a interatividade democrática da internet é, de um lado um avanço do jornalismo e, de outro, uma porta direta com o esgoto de ressentimento e da ignorância.

Isso significa quem um dos nossos papéis como jornalistas é educar os e-leitores a se comportar com um mínimo de decência.

imagem: LaRepublica

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for O câncer de Lula me envergonhou

20 Comentários

  1. Bia e Vinni disse:

    Bom desabafo o seu. Concordo em parte. Concordo principalmente quando diz que a internet tbém é uma porta para o esgoto de ressentimentos e ignorãncia.
    Não,não acho que Lula fez um bom governo,sentindo-me,inclusive,muito traída,como Petista que FUI,por muitos e muitos anos.
    Omissão também é crime. Mas realmente não se chuta cachorro morto,e não seria agora ,esse momento de doença, o mais apropriado para discutir ressentimentos.
    Quanto ao ex-presidente se tratar pelo SUS ,acho digno. Porque ,se serve para o povo trabalhador,que paga a enxurrada de impostos exorbitantes,por que não serviria para políticos??

    Abraços,
     Bia e Vinni.

  2. Concordo plenamente! Como as pessoas podem estar FELIZ com essa situação? Olha só em que o ser humano se transformou… Tsc Tsc Tsc. Se ele esteve onde esteve, foi por nossa responsabilidade  da mesma maneira que tiramos o Collor quando achamos que era necessário (me incluo nessa, apesar de não ter participado ativamente, por ser cidadã brasileira). Se hoje ele tem condições de se tratas nos melhores hospitais e com os melhores médicos, que faça e aproveite disso! Quantas pessoas não desejariam estar com muita grana no bolso para poder se cuidar nos melhores médicos???

    O Lula, independente de qualquer coisa, é um ser humano que merece dignidade, respeito, paz e saúde, assim como nós desejamos para nós mesmos.

    “Minha suspeita é que a interatividade democrática da internet é, de um lado um avanço do jornalismo e, de outro, uma porta direta com o esgoto de ressentimento e da ignorância.”Abraço.

  3. Marcos Roberto disse:

    Muito bem Dimenstein… todos os seres humanos merecem respeito e dignidade, inclusive o ex-presidente Lula quando se referiu ao cancer em que está se tratando. Eu também tive essa mesma sensação ao ler alguns comentários desonrosos sobre ele. Para mim isso também não passa de esgoto de ressentimento e da ignorância.

  4. Gisele Friso disse:

    Olá, Gilberto,

    Fiquei profundamente consternada com a notícia da doença de Lula. Nenhum ser merece uma doença assim. Entretanto, seja o Lula ou qualquer outro político que tem ou teve a oportunidade de exercer o poder deveria ser submetido não apenas ao SUS, mas a todo sistema de serviços públicos (seja saúde, transporte, educação ou qualquer outro), que é, em sua maioria, totalmente precário, isso quando não inexistente.

    Portanto, desejo ao ex-presidente muita força e muita energia para passar por essa fase, para se curar dessa doença, que foi diagnosticada a tempo e será, provavelmente, curada.

    Eu me senti incomodada, sim, com a tragédia alheia, assim como me sinto incomodada com a situação de milhares de brasileiros morrendo em corredores de hospitais (do SUS) por falta de leito ou de tratamento. Não se trata de ignorância ou de ressentimento, e acredito que da parte de muitas pessoas não se trate disso. Apenas acredito que se aqueles que têm o poder tivessem de ser submetidos aos serviços públicos, certamente a qualidade seria um pouco melhor, não acha?!

    De forma alguma fique feliz pela doença do nosso ex-presidente. Que isso fique claro!

    Um grande abraço e bom início de semana,

    Gisele Friso.

  5. Bom, a piada foi boa e como toda boa piada, desumana.

    Os pseudo-intelectuais que levaram a sério o banner da Campanha para o Lula tratar-se no SUS, podem ficar tranquilos; ele não o fara.

    Agora, pensando um pouco mais a fundo sobre o assunto, seria bem interessante se os políticos fossem obrigados a utilizarem do serviço público que eles prestam para a população. Acho que somente assim melhoraria; afinal, como diz o velho ditado: pimenta nos olhos dos outros é refresco.

  6. Edmundo Ribeiro disse:

    Sou jornalista em Recife-PE. Mas atuo em uma área bem diferente do prezado colega Gilberto Dimenstein. Dediquei toda a minha vida profissional e vida particular aos movimentos populares, sindicais e sociais. Há quase 35 anos anos, além de ser militante, fiz assessoria de imprensa para esses movimentos e assessoria parlamentar para petistas, inclusive o primeiro vereador do PT em Recife, que depois chegaria a deputado e prefeito da nossa cidade. Mas o que isso tem a ver com a doença de Lula? Tudo a ver.Dando um salto no tempo, Lula chega à Presidência, canalizando as aspirações dos setores da sociedade, de várias gerações,  que tanto lutaram por transformações sociais. O presidente Lula exerceu oito anos de mandato e não houve esses avanços sociais que Dimenstein afirmou. Estou me referindo em termos estruturais. Vamos ficar só na área da saúde.Não ironizo, nem ridicularizo a doença de Lula ou de qualquer outro ser humano. Porém, não hesito em bradar, onde quer que seja, que não me comovo com a doença de Lula, só porque ele foi ex-presidente. O câncer dele é mais importante do que as graves doenças dos demais brasileiros?O que me comove de verdade é a precaríssima situação de aproximadamente 150 milhões de brasileiros que dependem exclusivamente do SUS, ou seja, 75% da população. O Sistema Único de Saúde é o maior projeto de inclusão social do país e do mundo, mas o Brasil investe apenas 3,5% do PIB neste setor público. Nosso país, que possui o sétimo maior PIB do planeta, encontra-se no 72º lugar no quesito investimento público em saúde. Estamos no terceiro mandato de Lula/Dilma e as coisas não mudaram muito na saúde pública. A gente que está aqui embaixo, fora de gabinetes ou escritórios, sente mais na pele, esta cruel realidade. A indignação contra Lula é legítima. E é de uma minoria, porque também falta informação e educação para a maioria. O que pode se questionar são alguns exageros ou excessos na forma de se manifestar essa revolta contra quem perdeu a grande oportunidade de mudar o Brasil. Divulgaram que o anos 90 foi uma década perdida. Tomando aquela época como referencial, estamos no início da terceira década perdida.

  7. Lucia Helena Guimarães disse:

    Concordo plenamente. É desumano esse tratamento, mas vem de parte de uma elite que nunca aceitou o Lula, é ódio mesmo. Parabenizo -o por essa atitude. luluca_celoca@hotmail.com

  8. Edmundo Ribeiro disse:

    MUITO BUROCRÁTICO E DEVAGAR ESTE BLOG,

    ONDE FICOU O TEMPO REAL OU É CENSURA MESMO AO MEU COMENTÁRIO?

  9. Adélia disse:

    Parabéns pela sua postura. Essas pessoas mesquinhas de espírito devem ser esquecias, na verdade, elas não  têm nada para dar ao próximo. São párias da  sociedade…….

  10. Marcosjds disse:

    O Lula sempre foi um falastrão, adorava o som da própria voz, alardeando aos quatro ventos as ditas conquistas socias, as melhorias conquistadas como “nunca antes na história desse país” e que tinha orgulho de não ter estudado e se dizia “um homem do povo”.

    Por que então ele, fazendo como “nunca antes na história desse país” e assim como os demais brasileiros, cidadãos comuns que não tem acesso ou direito a um tratamento em um hospital como o Sìrio Libanês, se voluntaria a ser o primeiro presidente a se tratar de uma doença grave pelo SUS?

    E o Sr. Gilberto Dimenstein, se ele, vivendo nos EUA, quer se envergonhar de algo aqui no Brasil, pode se envergonhar dos milhares de brasileiros morrendo nas filas dos hospitais, grávidas esperando 48 horas por um parto, ministros que o patrimônio pessoal cresce 20 vezes em quatro anos, de uma prefeita que manda a população “relaxar e gozar” quando está passando por dificuldades, dos gastõs de cartões corporativos que crescem astrônomicamente e são tratados como sigilosos. Se ele estivesse morando no Brasil, com certeza teria conhecimento de muito mais coisas… 

  11. Thiago Silva disse:

    Por favor, a intenção é ter um seviço de saude publico de qualidade para todos; alem do que se o lula se tratasse no sus ele seria muito bem atendido, mas devia ser assim para toda população

  12. Glória de Lourdes Oliveira Ara disse:

    É uma absurdo, a maneira como as pessoas se comportam diante de uma coisa tão séria, principalmente de uma pessoa que demonstrou muito amor pelo nosso País como Lula.

  13. Caê disse:

    Gente, para com isso! É fácil perceber que o SUS é muito ruim. Foi só querer que o ex Presidente Lula, de quem eu gosto muito, fosse fazer seu tratamento lá e o assunto se transformou em uma grande polêmica. A ideia é melhorar o atendimento para as pessoas desse sistema. Só isso. Parem com essa bobagem de desrespeito. Ninguém fica indignado ou escreve laudas e laudas para contar o sofrimento de quem fica nas filas de hospitais ou morre na porta deles sem atendimento.

  14. Caê disse:

    Gente, para com isso! É fácil perceber que o SUS é muito ruim. Foi só querer que o ex Presidente Lula, de quem eu gosto muito, fosse fazer seu tratamento lá e o assunto se transformou em uma grande polêmica. A ideia é melhorar o atendimento para as pessoas desse sistema. Só isso. Parem com essa bobagem de desrespeito. Ninguém fica indignado ou escreve laudas e laudas para contar o sofrimento de quem fica nas filas de hospitais ou morre na porta deles sem atendimento.

  15. Neribrazil disse:

    Sou terminantemente contra ataques pessoais ao ex-presidente Lula, pois o Brasil teve um mandato menos pior,historicamente resumindo,se considerássemos isso um balanço de gestões presidenciais.Mas esta situação, as centenas de e-mails, deve ser relevada sob o ponto de vista, ou seja, o que o jornalismo tem feito com seu sensacionalísmo barato pra informar e ajudar a nação brasileira? É essa a forma de usar o jornalismo, somente, neste país onde há milhares de analfabetos e desinformados? Acho que isso também  é uma deixa para se refletir sobre o jornalismo no Brasil. Sobre seus editores, “que parecem mais moleques de recados de donos de emissoras”, dos “coronéis da comunicação brasileira”. O que fizeram  com seus diplomas? A educação do povo brasileiro não passa somente pelo  ensino público, não estou nem considerando a  má gestão também na área da saúde, acho que a educação passa pela informação.Uma “ditadura branca” da comunicação é talvez pior do que a ditadura militar , no qual a presidente Dilma conhece muito bem. A ignorância do povo brasileiro é o presente de muitos anos de novelas, futebol, programas de auditório, rádios que mostram todo o lixo cultural possível, é todo um lerque de imbecibilidade em fibra óptica ou não, é a  cultura inútil levada aos lares dos brasileiros , inclusive através de páginas de jornais mais conceituados do país..Onde estava o jonalismo sério antes deste esgoto de desilusões desaguar em raiva a descrédito sobre os políticos brasileiros??? Seja jornalista de verdade e analise com profundidade e frieza este momento de forma parcial. Que o cidadão brasileiro Lula vença esta batalha a qual qualquer ser humano está sujeito e o jornalismo brasileiro cresça a cada notícia, por mais emblemática que seja a notícia.O povo brasileiro tem porque e com quem dividir esta sua indignação e ignorância,agora, menos passiva.Antes de atacar o povo que se manifesta desta forma, tire alguma lição deste momento.

  16. Neribrazil disse:

    Sou terminantemente contra ataques pessoais ao ex-presidente Lula, pois o Brasil teve um mandato menos pior,historicamente resumindo,se considerássemos isso um balanço de gestões presidenciais.Mas esta situação, as centenas de e-mails, deve ser relevada sob o ponto de vista, ou seja, o que o jornalismo tem feito com seu sensacionalísmo barato pra informar e ajudar a nação brasileira? É essa a forma de usar o jornalismo, somente, neste país onde há milhares de analfabetos e desinformados? Acho que isso também  é uma deixa para se refletir sobre o jornalismo no Brasil. Sobre seus editores, “que parecem mais moleques de recados de donos de emissoras”, dos “coronéis da comunicação brasileira”. O que fizeram  com seus diplomas? A educação do povo brasileiro não passa somente pelo  ensino público, não estou nem considerando a  má gestão também na área da saúde, acho que a educação passa pela informação.Uma “ditadura branca” da comunicação é talvez pior do que a ditadura militar , no qual a presidente Dilma conhece muito bem. A ignorância do povo brasileiro é o presente de muitos anos de novelas, futebol, programas de auditório, rádios que mostram todo o lixo cultural possível, é todo um lerque de imbecibilidade em fibra óptica ou não, é a  cultura inútil levada aos lares dos brasileiros , inclusive através de páginas de jornais mais conceituados do país..Onde estava o jonalismo sério antes deste esgoto de desilusões desaguar em raiva a descrédito sobre os políticos brasileiros??? Seja jornalista de verdade e analise com profundidade e frieza este momento de forma parcial. Que o cidadão brasileiro Lula vença esta batalha a qual qualquer ser humano está sujeito e o jornalismo brasileiro cresça a cada notícia, por mais emblemática que seja a notícia.O povo brasileiro tem porque e com quem dividir esta sua indignação e ignorância,agora, menos passiva.Antes de atacar o povo que se manifesta desta forma, tire alguma lição deste momento.

  17. SERGIO disse:

    MENISTERIO DA SAUDE ADVIRTE: MENTIR CAUSA CANCER NA LARINGE.

    GILBERTO QUASE CHOREI PELO SEU COMENTARIO! VC DEVERIA VER A SITUAÇÃO DOS DEMAIS BRASILEIROS Q NÃO TIVERAM O MSM TRATAMANTO Q O FUTURO “SANTO” LULA

  18. Gilmar disse:

    A existência do SUS para a população é uma vitória, sem a menor sombra de dúvidas. O grande problema que se relaciona com a atenção a saúde é que existe uma classe social querendo retirar o Estado das suas funções públicas. Uma classe social que insiste dizer que só o que é “privado” funciona bem.  Mentira, pois os melhores especialistas do mundo estão trabalhando no Hospital de Clinicas de SP e até mesmo na Santa Casa de Misericórdia de SP.  Quer dizer, é na rede pública que eles se tornam os melhores do mundo. Infelizmente, a questão da hotelaria é o que parece fazer a diferença. Infelizmente um ex-presidente não pode ser tratado em um hospital onde o povo tbem vai ser atendido. Mas que ele seria tão bem tratado em termos de atenção a saúde, quanto esta sendo tratado no particular, ah seria sim.
    Da mesma forma podemos falar das escolas públicas. São boas sim, mas há uma elite mostrando na mídia que o público não presta e funciona mau. esquecem-se de dizer que são os donos das escolas privadas que fazem campanhas pra acabar com a escola pública. Infelizmente tambem, muitos políticos são donos de escolas privadas. Sendo eles donos de escolas privadas, jamais iriam fazer boa propaganda da escola pública.
    Basta olhar os projetos pedagógicos tanto das escolas públicas quanto das escolas privadas para que possamos comparar. Não há diferença. O que muda, mais uma vez, infelizmente é que a população acredita na midia perversa que fala sempre o discurso dos poderosos. “O que é de graça não presta”.
    Mas o que é de graça nesse pais onde temos a maior carga tributária do mundo?
    Então, além de pagar caro os nossos impostos ainda temos que pagar pra ter atenção de qualidade na saude, na educação etc…?

    Ja estamos pagando faz tempo!  Acorda Gilberto !

    • suelen disse:

      Nada eh de graca nesse pais, tudo eh custiado com dinheiro da populacao, mal administrado por um governo do qual nao precisamos. As escolas publicas, como todos os outros servicos sao uma porcaria… nada funciona direito. Sou usuario, dependente, sei oque sofro. Com servico privado, claro que temos um melhor servico, pois voce paga pelo oque escolhe, nao pelo oque o governo te oferece. Lula deveria se tratar no SUS sim, pois foi o servico que ele promoveu para o cidadao, deveria provar que eh eficiente.

Deixe o seu comentário