Segundo estudo, mulheres não gostam de ficar abraçadas na cama

Segundo estudo, é o homem que sente esta necessidade e as parceiras apenas cedem . Foto: Getty Images

Michelle Achkar, no Portal Terra

Ficar abraçadinho na cama é uma imagem normalmente associada ao comportamento feminino. No entanto, uma pesquisa descobriu que, na verdade, são os homens que buscam esse contato e que as mulheres não gostam ou apenas suportam o gesto.

O levantamento foi feito pela empresa de camas e colchões inglesa Silent Night, e publicada pelo jornal Daily Mail, e mostra que 32% não suportam abraçar o companheiro entre os lençóis e que apenas o fazem para não desagradar. Já 55% afirmaram que até tomam a iniciativa, para garantir um abraço curto e logo rolam para seu lado da cama para dormir sem contato físico.

Um dado curioso é que 77% das entrevistadas disseram adotar uma manobra que ficou famosa no seriado Friends, a chamada ´hug and roll´ (abraçar e rolar). Num episódio, o personagem Ross, vivido por David Schwimmer, demonstra uma técnica para manter seu espaço na cama e prefere abraçar a parceira momentos antes que ela pegue no sono para logo se desvencilhar e poder dormir sozinho.

As explicações para não gostar dos abraços é variável. Metade disso que quando chega à cama a única coisa que quer fazer é dormir e uma entre cinco mulheres afirmou que acha o contato desconfortável e ´quente´. Um terço admitiu permitir abraços apenas duas vezes por semana ou menos e 20% afirmou ceder raramente.

A aversão ao gesto é tão grande em algumas mulheres que elas preferem ficar navegando no Facebook a manter contato físico com o companheiro.

Foto: Getty Images

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Segundo estudo, mulheres não gostam de ficar abraçadas na cama

2 Comentários

  1. Cibele disse:

    Agora já me acostumei, mas teve um tempo que eu só conseguia pegar no sono depois que o meu marido saía de manhã para trabalhar (ele saía umas 2 horas antes de mim). Eu tive que mudar meu horário para tarde para que eu pudesse dormir algumas horas a mais. Mas ainda hoje não consigo dormir com contato físico. Começo a suar e ter falta de ar.

  2. Alencosv disse:

    É preciso entender a pesquisa, para não generalizar: 32% do total pesquisado não gosta de ficar abraçada na cama, o que significa que 68% gosta. A pesquisa estratifica este percentual de 32%, onde 55% toma a iniciativa (18% do total pesquisado) e 77% (24% do total pesquisado) usam a manobra hug&roll. Observem que todos os percentuais descritos estão dentro dos 32% iniciais. Agora, se não existir amor, realmente não vale a pena.

Deixe o seu comentário