Bíblias para o Haiti

“Tive fome e me destes de comer.”

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Bíblias para o Haiti

18 Comentários

  1. Mario Freitas disse:

    Pavarini, respeito muito você e não vou deixar de lhe seguir por isso. Mas essa foi cruel, de péssimo gosto. Estou no Haiti, e você conhece nosso ministério lá. A proposta da Missão Integral sempre foi condenar uma pregação que não inclua “pão”. Mas a pregação continua sendo necessária.
    Nesse tempo no Haiti, distribuímos toneladas de alimentos, construímos 10 igrejas, oferecemos salários a pastores, mas também ministramos treinamentos, e distribuímos livros e bíblias. Temos inclusive um projeto de alfabetização para as populações dos acampamentos, que deve entrar em vigor em pouco tempo.
    Portanto, fica aqui minha desaprovação, humilde e respeitosa. 

  2. Lamentável sua crítica. Demonstra, no mínimo, desconhecimento do que ministério e missões têm realizado no Haiti e em outros lugares, por exemplo, além de insensibilidade para com missionários e missões sérias envolvidas com a Missão Integral.

  3. Hugo André Coutinho disse:

    krak!!! pois  bem caro amigo…doe  tudo q tem e dê as pobres e deixe de ser hipócrita! 
    ]Muito triste ao ver essa publicação no seu blog.

  4. Eddie disse:

    Resposta ao Pavarini sobre sua critica a distribuição de Bíblias no Haiti. http://migre.me/65JcF

  5. Leo Barbosa disse:

    Resposta do pr Renato Vargens referente a esse post: http://renatovargens.blogspot.com/2011/11/resposta-ao-pavarini-sobre-o-haiti.html

    • Tom Fernandes disse:

      O pr Renato Vagens ao menos leu o nome de quem fez a postagem, antes de escrever ‘resposta ao Pavarini”? Ou escrever resposta ao Gustavo não traria tanta polêmica e cliques em seu blog?

  6. Pavarini, essa foi Pavorosa!
    Essa sua “tirada”, pior do que tá não fica.

    Aproveite, para se redimir desta, desliga o PC, dá um “pulinho” lá in loco e, encontrando o pessoal com a mão na massa, “clica no botão curtir”.

  7. Vocês não entenderam o post, coleguinhas.

  8. é, com certeza ninguém entendeu. ANTES DE SEREM EVANGELIZADAS, AS PESSOAS PRECISAM QUE AS SUAS NECESSIDADES BÁSICAS SEJAM SUPRIDAS! ACORDA, GALERA!

  9. Wellington disse:

    Decepção.

    Poxa, quanto ódio no meio dos Crentes.

    Uma semana os crentes felizes com câncer do Lula. Na outra essa…

    Triste…

    • Ednaldo disse:

      Wellington, acho que você não entendeu os sentimentos envolvidos, tristeza, indignação, um pouco de ironia, talvez, mas ódio de forma alguma!

      Se você viu alguns “crentes felizes com [o] cãncer do Lula”, lhe pergunto, o cristianismo é baseado nesses crentes ou em Cristo? Olhe só para Jesus pois ele é que é o “autor e consumador da fé”

  10. Ednaldo disse:

    É isso aí, “Jesus” disse “Nem só da Palavra de Deus viverá o homem, mas de todo o pão que puder comer”, e também disse “buscai primeiro suas necessidades básicas, e depois as não tão básicas assim, e por último, se, e somente se, sobrar tempo, o Reino de Deus e a sua Justiça”.

    O que acho mais interessante, é que as pessoas vêem uma foto de um pastor com sua esposa (??) dando uma Bíblia a uma haitiana, e acham por causa disso que eles não estão dando comida também. Creio que estes achem que é melhor os haitianos irem para o inferno de barriga cheia. Como escreveu o Pr. Mario Freitas (da missão MAIS) eles tem feitos muito mais que isso. Crítica desnecessária e que em nada edifica o Reino.

    Se era para ser engraçado… FAIL!!

    • Beleza, vai lá dar bíblias para as pessoas com fome, em nome do Reino de Deus e da Bíblia. af

      • Ednaldo disse:

        Guilherme, acho que você deveria se inteirar do que as missões cristãs estão fazendo no Haiti antes de falar (escrever) bobagens. Se você pensa que só distribuem bíblias é mais tolo do que parece.

        Um exemplo: http://www.maisnomundo.org/tag/haiti/

        Se não deseja ajudar, seria ótimo não atrapalhar, entre em contato com o pessoa da missão M.A.I.S. e pergunte o que eles tem feito por aquele país com o qual você parece estar tão preocupado, e que por suas críticas, certamente está fazendo por eles mais do que distribuir bíblias.

        • “Irmão em cristo”, se você não me ofender, agradeço *-*

          Nós sabemos que NÃO são distribuídas somente bíblias, né! errr

          E não. Não, cara, não estou fazendo nada pelo Haiti, como você ironicamente supôs. Nós dois só tivemos opiniões diferentes a respeito do post.

          Não achei legal as pessoas criticarem o Pavarini já que essas pessoas não entenderam o sentido da foto, cara.

          Bacana o site que você mandou, bacana o trabalho deles e o empenho para mudar alguma coisa lá. Realmente… os missionários estão aí para isso mesmo! Bacana.

          Agora: entende uma coisa, entende a crítica do post: Pensa na pessoa precisando de comida, de água, de dignidade, de um teto (de verdade, não sei como estão as coisas no Haiti), de escolas, de saneamento básico etc.

          Pense se a pessoa que está preocupada com a sua atual FOME vai querer abraçar as promessas de Deus acerca das ruas de ouro lá nos céus, lá no futuro?… Ela quer comer, e é AGORA. O evangelho e a bíblia vem depois, amigo. Essa é a crítica do post.

          E a minha crítica é a isso, somente. Por mais que não concorde, Ednaldo, o evangelho, que nos dá a certeza de bênçãos futuras não é mais importante que a necessidade da sobrevivência. Sobrevivência. Abraço.

  11. Não tenho motivo algum para defender o Pavarini, a não ser o fato de manter um blog que nos mantém atualizados sobre diversas coisas que ocorrem no meio cristão. Contudo, acho que não se deveria indignar com a crítica nesta postagem. Vejo a imagem como uma “chamada de atenção” àqueles cristãos que oferecem apenas Bíblia, e nada mais.

    Certamente que muitos cristãos estão ajudando o povo haitiano, em diversos aspectos, portanto indignados deveríamos ficar em relação a toda e qualquer iniciativa professamente cristã que se preocupa apenas com o anúncio das boas novas, sem demonstrar amor qualquer.

    “A fé sem obras é morta” Tiago 2:20

    Bruno
    Blog Uma Questão de Perspectiva

  12. Tom Fernandes disse:

    Nem ia falar nada, mas a quantidade de ofendidos mostra que o problema é real. Pra mim, fazer propaganda do evangelho é
    algo bem diferente de levar o evangelho de Jesus às pessoas.

    A máxima “É
    melhor ir pro céu com fome do que ir de barriga cheia pro inferno” (que já
    ouvi da boca de vários dos maiores líderes nacionais) só me mostra o quanto
    estamos preocupados com números.

    Desde T.L. Osborn até Reinhard Bonnke, todos os evangelizadores da África desenvolvem a mesma tendência ao 80/20: 80 % da grana gasta em estruturas caras
    e propagandas e congressos pra mostrar ‘as missões’ e apenas 20 % com os povos
    supostamente alcançados.

    Já cansei de ouvir e ver coisas como famílias
    miseráveis pararem de receber cestas básicas porque, após seis meses, o pai da
    família não se batizou.

    Se a realidade desta foto ofende tanto os pastores, é
    tempo de os “envolvidos com missões” passarem a serem
    “comprometidos com missões”.

Deixe o seu comentário