Estudantes da USP recusam proposta de greve de maconha e mantêm só a dos estudos

Publicado impagavelmente originalmente no G17

O Reitor da USP recomendou aos estudantes que optassem por fazer greve para não fumarem maconha, mas eles recusaram a proposta e decidiram manter somente a greve dos estudos. Na madrugada desta quarta-feira, os estudantes detidos tomaram posse da sala do delegado, mas com a fiança paga, a policia os expulsaram também da delegacia.

Um estudante enviou e-mail pedindo a Dilma que lance o “Bolsa Maconha”, mas a presidente ainda não se pronunciou sobre o caso. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse que a maconha é uma droga pior que a polícia, e que esta segunda, por ser menos pior, deve continuar na USP dando “baculejo” na esquadrilha da fumaça.

Na manhã desta quarta-feira (9), cartazes com o “Diga SIM a maconha e NÃO aos estudos” começaram a circular pelo campus da USP. A greve só deve terminar quando o efeito da maconha passar.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Estudantes da USP recusam proposta de greve de maconha e mantêm só a dos estudos

5 Comentários

  1. Rodomar Ramlow disse:

    Parece que agora eles vão protestar também para que o Traficante Nem, da Rocinha seja libertado. Os estudantes temem que a prisão possa complicar as coisas no fornecimento de maconha.

  2. ..q maldade!! estão deturpando as reinvidicações… mas o texto é impagável!!..kkkkkk

  3. Andre Santos3 disse:

    Quando vão fazer uma desapropriação por ser gente pobre a policia desce o pau agora por que são filhinhos de papai a policia fica fazendo corpo mole.Tropa de Choque Neles!!!!!!!!!!!

  4. auhsuahsaushauhsahsaha tenso 

  5. Marcelo disse:

    Por favor, leiam os fatos antes de qualquer coisa: http://www.facebook.com/notes/jannerson-xavier/esclarecendo-o-caso-usp-pra-quem-v%C3%AA-de-fora/2459499642739

Deixe o seu comentário