Brasil é o país em que a infidelidade mais cresce no mundo

Marina Caruso, na Marie Claire

Um levantamento recente feito pela rede social americana Ohhtel.com (espécie de Facebook da traição) mostra que o Brasil é o país em que a infidelidade mais cresce no mundo. Com pouco mais de 100 dias de funcionamento no País, o site da infidelidade discreta – que opera nos Estados Unidos, na Argentina, no Canadá e no Chile – já conta mais de 315 mil usuários.

Isso significa que, por mês, cerca de 80 mil brasileiros se cadastram no site de relacionamento em busca de relações extraconjugais. Nos Estados Unidos, onde a rede social já soma 1,2 milhão de usuários, a adesão mensal não passa de 50 mil pessoas. Na Argentina e no Canadá as médias mensais de adesão são, respectivamente, de 13 mil e 5 mil. Ou seja, o Brasil segue em disparada.

Karen Meohas, gerente de marketing Ohhtel.com no País explica o motivo de um número tão expressivo: “A oportunidade de buscar relações fora do casamento com a segurança de que sua esposa ou marido não vão descobrir é um fator preponderante para essa evolução”. E no Brasil, a maioria dos usuários admitem amar seus companheiros e não querer o divórcio, por isso, o especial sucesso do serviço.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Brasil é o país em que a infidelidade mais cresce no mundo

Deixe o seu comentário