Miguel Torres, tamo junto!


x
Rafinha Bastos, no UOL

Um dos maiores pesos-pena do mundo acaba de ser demitido do UFC. E sabe porque? Por uma briga de bar? Por um assassinato? Por vender cds de pagode? Nada disso. Por causa de uma piada.

Por incrível que pareça, o mesmo evento que tenta lançar Chael Sonnen a uma nova disputa de cinturão, após meses de suspensão por doping, demite um de seus grandes lutadores por causa de uma frase.

Eu seu Twitter, ele postou: – Se uma van do estupro fosse chamada de van da surpresa, mais mulheres não se importariam em andar nelas. Todo mundo gosta de surpresas.

Eu não gostei da piada, afinal, odeio surpresas… ainda mais aquelas em que o meu rabo sai ardendo. Mas faz sentido um profissional de luta ser punido por uma brincadeira?

Sou fã do Dana White. Considero ele um dos maiores bussiness man da história do esporte, mas este regime ditatorial imposto pelo UFC já encheu um pouco o saco.

Controlar o que dizem os lutadores em suas vidas pessoais é um pouco demais, não acham?

PS: O Brasil já viveu uma experiência muito parecida. Um comediante foi torturado por causa de uma piada de estupro. No caso do “humorista” (entre aspas mesmo), a punição foi injusta. Ao contrário da rejeição sofrida, ele deveria ter sido torturado e surrado aos olhos do povo.
E o idiota continua aí. Vivinho da Silva.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Miguel Torres, tamo junto!

1 Comentário

  1. Vai tomar tua mamadeira de leite com pera que tu ganha mais, perdeu, playboy.

Deixe o seu comentário