3 sinagogas, 2 igrejas católicas, 2 templos evangélicos, 1 centro espírita

Israel Belo Azevedo, no Prazer da Palavra

Ainda pessoas, ao redor do mundo, se enfrentam, apesar de suas religiões pregarem o amor. São pessoas que entenderam errado a mensagem certa que ouviram ou entenderam certo as mensagens erradas que lhes comunicaram.

Então, saudemos o nosso país e continuemos a fazer dele a casa da liberdade de expressão e da tolerância de culto.

A ilustrar a convivência, cito o quadrado onde vivo.

Em duas quadras, os católicos romanos cultuam em dois templos. O mesmo fazem os judeus, que encontramos de quipá pelas ruas, em três sinagogas.

Quase ao lado de uma delas, um centro espírita se ergue em vários andares. A poucos metros de outra delas, os membros de uma igreja batista (a minha) celebram seus cultos, cujos cantos poderiam ser ouvidos pelos participantes de uma igreja pentecostal, não fossem as proteções acústicas.

Esse quadrado é um tributo à liberdade. Abençoado seja.

Abençoado seja porque é um símbolo do Brasil.

Brasil que seria um lugar ainda melhor para se viver, se a corrupção não fosse uma fábrica de desigualdade.

Desigualdade que seria menor se as religiões, além de cultuar, pregassem mais o valor de uma vida íntegra para todos os seus integrantes.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for 3 sinagogas, 2 igrejas católicas, 2 templos evangélicos, 1 centro espírita

1 Comentário

  1. Efabbio disse:

    Só Jesus Cristo salva da ira futura. Oremos para que os seguidores de religiões pagãs se convertam. A liberdade de nada adiante se não for usada pelos cristãos para propagar a única mensagem de salvação – Evangelho de Cristo -, pois, com liberdade ou sem ela, com “respeito” pela escolha de religião ou sem ele, um dia, todos os pagãos serão julgados por rejeitarem o Evangelho da Cruz.

    A diversidade de religião não é algo a ser comemorado pelos cristãos, pois toda religião nega Cristo e Sua obra redentora, ainda que diga o contrário.

    É triste ver um país perdido em tanto engano religioso.

    O cristão não deve perder tempo discutindo religião e tampouco respeitando a religião.

    O tempo deve ser gasto para anunciar que Cristo, e só Cristo, salva da ira futura, o Juízo de Deus.

    Cristo é tudo, o resto é resto.

Deixe o seu comentário