Congresso Nacional: Evangélicos são minoria, mas mandam

Marcelo Gerald, no Eleições Hoje

Desde as eleições de 2010, muito se fala do fundamentalismo que tenta tomar conta do Congresso, do Executivo e até do Judiciário.

Que o fundamentalismo está infiltrado no Legislativo e na agenda da nossa presidenta não há dúvidas.

A questão é Dilma atende as suas demandas porque não tem opção? Ou por que fez uma escolha?

Vamos brincar de fazer contas?

A Câmara tem 66 Deputados evangélicos (13,2% do total). Sobram 447 Deputados que não fazem parte da Frente Evangélica.

Observe a figura abaixo retirada da matéria de Felipe Severo na revista Viés.

O Senado tem três evangélicos: Walter Pinheiro (PT-BA), Magno Malta (PR-ES) e o bispo Marcelo Crivella (PR-RJ), portanto sobram 78 Senadores.

É a militância governista tem razão, o Congresso Nacional está tomado, temos um Governo fraco, com membros ou pessoas ligadas a ele pertencentes à bancada fundamentalista, legisladores, no geral, pouco comprometidos com Direitos Humanos e com o futuro do Brasil.

A militância LGBT pede paciência, já a evangélica avança e dita as regras do país.

Por quê? Evangélicos preenchem buracos, suprem onde o governo falha e daí conseguem apoio fácil, a militância LGBT, assim como várias outras dos movimentos sociais, no geral, é submissa a um modelo, grande parte dela está partidarizada e com prioridades nada ligadas à causa que deveria defender.

Resultado: Evangélicos são minoria, mas mandam.

Curioso não?

Uma minoria que discrimina minorias, mulheres, que quer modificar a lei contra o racismo para poder discriminar baseado na fé!

Enquanto isso, Dilma assina MP que faz cadastro nacional de  grávidas, de modo que, agora quem abortar terá maior possibilidade de ser punida. Esta era uma das maiores demandas dos fundamentalistas.

Lutamos muito pra ter um governo progressista no poder e agora que temos este atende os anseios da Direita ultraconservadora. Quem diria?

Se tem uma coisa que admiro na Argentina são os avanços e a coragem de sua presidenta, esta não se vende, não baixa  a cabeça pro fundamentalismo, enfrentou os resquícios da ditadura e foi reeleita. Parabéns pro nosso país vizinho.

Confira a lista dos parlamentares evangélicos na aqui.

dica do Eli Vieira

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Congresso Nacional: Evangélicos são minoria, mas mandam

1 Comentário

  1. Thiago Costa disse:

    Dizer que a relação de mulheres gravidas e para punir quem tenta fazer aborto e agir de ma fé.
    Sobre a minoria, desde quando eles não respeitão os demais grupos?
    Qual Lei criada por eles ferem as minorias?
    No judiciario?
    Não aprovaram o casamento civil homossesual? Querem o que mais?
    Obrigar pastores a casar homossesuais?

Deixe o seu comentário