Projeto de deputado evangélico propõe financiar construção de templos com recursos do FGTS

Publicado originalmente no Tumblr Fiscais de fiofó S/A

Daí que eu tava dando um tempo, tirando umas férias…mas esse povo não dorme em serviço. Além de aprovar destinação de recursos da Lei Rouanet para a música Gospel eu acabo de descobrir dois projetos supimpas do povo que tem alergia a pagar impostos (mas que não se furtar a querer benefícios quando interessa)

Projeto de Lei 3044/2011do Deputado Federal Aguinaldo Ribeiro do PP/PB

Objetivo: Financiar construção de templos religiosos com recursos do FGTS

É isso mesmo, meu caro amigo trabalhador. O seu dinheiro do FGTS financiando as megalomanias, tipo Templo de Salomão, de Macedo e companhia. Né lindo?

O Congresso Nacional decreta:

Art. 1o O art. 9º, §2º, da Lei nº. 8.036, de 11 de maio de 1990, passa a vigorar com a seguinte redação:

“Art. 9º ………………………………………………………………………………………………………………………………………………….

§2º Os recursos do FGTS deverão ser aplicados em habitação, saneamento básico, infraestrutura urbana e poderão ser aplicados também para construção de templos religiosos. As disponibilidades financeiras devem ser mantidas em volume que satisfaça as condições de liquidez e remuneração mínima necessária à preservação do poder aquisitivo da moeda.

………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Art. 2º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

Mas perai que melhora…ou piora, na verdade

Não contente de financiar templos religiosos com dinheiro do FGTS do trabalhador, o deputado Aguinaldo Ribeiro do PP/PB pretende que nessas construções as igrejas fiquem isentas de pagar a Previdência Social! Quer dizer, amigo trabalhador, que você será lesado DUAS VEZES, com uma benção só!

PL 3045/2011

O Congresso Nacional decreta:

Art. 1º As entidades religiosas ficam isentas do pagamento da contribuição de financiamento da seguridade social, a que se refere o art. 22 da Lei 8.212, de 24 de julho de 1991, com a redação dada pelo art. 1º da Lei nº 9.876, de 26 de novembro de 1999, relativamente às remunerações pagas, devidas ou creditadas, em virtude de obras de construção de templos ou da sede social.

Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação

Depois não digam que eu não avisei!

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Projeto de deputado evangélico propõe financiar construção de templos com recursos do FGTS

7 Comentários

  1. Washington disse:

    Os “fiscais de fiofó” se indignam o que duas pessoas fazem com seus sexos a ponto de outorgar-se o poder de delimitar os direitos dos fiofos alheiros, mas quando se trata de desviar dinheiro do contribuinte para financiar seu projetos de grandeza, há um estrondoso silencio no rebanho…. 

  2. Diógenes disse:

    Não se surpreenda se ele também sugerir o “Bolsa dízimo”…um cartãozinho para os irmãos que não tem condições de dar o dízimo (à altura do que os lôbos desejam) à igreja. Xiii Pava, não publica isso não…acho que talvez ainda não tiveram essa idéia…putz

  3. Fritz Mauti disse:

    Mesmo as-si a nossa situação na nossa planeta terra cada vez PIOR. Religiões são igual partidos-políticos. eles tem como objetivo DINHEIRO é PODER! Precisamos proibir de construir mais templos é ou igrejas. A solução seria: CONSTRUÇÕES de MULTI-USO, servindo para a sociedade em geral (educação, cultural, espiritual).

  4. juliana disse:

    se fosse um católico que tivesse feito isso ninguém estaria reclamando… ¬¬

  5. CARALHOOO !!! JÁ NUM CHEGA A OBRIGATORIEDADO DO DÍZIMO, AINDA TEM QUE PAGAR + IMPOSTOS???? VAI PRA P…………………………………………………….!!!!!!!

  6. mizu disse:

    Deputado, faça caridade com o seu FGTS e não de todos os outros trabalhadores.

Deixe o seu comentário