Bíblia livra porteiro de ser assassinado durante assalto em Vitória

mãos em prece na bíblia - preto e branco

Deborah Hemerly, na Gazeta Online

Um porteiro de 47 anos escapou por bem pouco da morte, durante um assalto, na noite de segunda-feira, em Vitória. Ele ficou sob a mira de quatro pistolas, e só não foi morto graças à fé dele, reconhecida por um dos criminosos, que viu a Bíblia do trabalhador.

A vítima contou para a polícia, no Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) de Vitória, que o assaltante chegou a perguntar para ele se era evangélico. Como o porteiro disse que sim, o suspeito então completou: “Só não vou te matar, porque você é um homem de fé”.

O trabalhador então foi trancado dentro de um banheiro, com as mãos amarradas para trás, até que o bando fugisse levando computadores, cadeiras, um televisor, um DVD, baterias de carro e bebedouros de um galpão, que fica na Avenida Vitória.

O porteiro disse para a polícia que era por volta de 19 horas de segunda-feira, quando os quatro bandidos armados invadiram o galpão, anunciando o roubo. Ele foi obrigado a deitar no chão, mantendo a cabeça abaixada, enquanto o bando carregava os objetos para fora do galpão.

A vítima destacou que estava sozinha havia pouco tempo, pois os outros funcionários já tinham ido embora. O galpão não tem câmeras de vigilância. Os bandidos quebraram uma vidraça para ter acesso à parte onde os objetos roubados estavam.

O porteiro contou para a polícia que, assim que o bando escapou, ele conseguiu se livrar das amarras e sair em busca de socorro. Ele foi até o DPJ de Vitória, onde pediu ajuda. A vítima lembrou que o bando prometeu voltar para buscar o restante das coisas.

Policiais militares chegaram a fazer buscas pela região. Mas nenhum suspeito foi localizado. Na ocorrência, a vítima não detalha se os criminosos estavam de carro nem quanto tempo durou o roubo.

imagem: freepic

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Bíblia livra porteiro de ser assassinado durante assalto em Vitória

1 Comentário

  1. Pedro Lemos disse:

    Fé? Teve mais é sorte… quantos milhares não morrem em assaltos todo dia, tendo fé ou não…

Deixe o seu comentário