Garota desrespeita pais no Facebook e tem laptop “assassinado” a tiros como punição

Laptop foi cruelmente assassinado e não teve direito nem a um funeral

Publicado originalmente no UOL

Com nove tiros de uma pistola calibre .45, o americano Tommy Jordan “assassinou” o computador da própria filha. O vídeo com a cena, já foi visto por mais de 18 milhões de pessoas no YouTube e virou o grande sucesso do último final de semana.

Jordan, que vive em Albermarle, na Carolina do Norte (EUA), ficou revoltado com um post da filha de 15 anos, no Facebook. A garota reclamava das tarefas, como varrer o chão da cozinha e lavar a louça, que era obrigada a fazer em casa.

“Não sou sua escrava. Não é minha responsabilidade limpar sua m***. Temos uma empregada para isso”, disse a menina.

Depois de ler o post inteiro no vídeo, Jordan respondeu que as tarefas da filha eram simples e disse que estava decepcionado com o teor ofensivo da mensagem da filha. Detalhe: a menina havia bloqueado o post no Facebook para que não fosse lido por seus pais.

No final do vídeo, Jordan puxou uma pistola e deu nove tiros no laptop da garota que, após o período de castigo, terá de comprar um novo computador com seu próprio dinheiro.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Garota desrespeita pais no Facebook e tem laptop “assassinado” a tiros como punição

Deixe o seu comentário