Quer ver fotos de sua musa nua? Então ajude a pagar o ensaio

Reprodução / Página inicial do Nake it: se arrecadar a quantia pedida pelo possível modelo, o site cuidará do ensaio “com elegância”, garantem os criadores

Breno Baldrati, na Gazeta do Povo

Por quanto dinheiro você aceitaria posar nua (ou nu)?

Uma start-up gaúcha quer te ajudar a conquistar o montante que veio à sua cabeça. O site Nake it, que será lançado em março, vai usar o modelo de crowdfunding (financiamento colaborativo) para viabilizar ensaios sensuais em troca de dinheiro.

O projeto funciona assim: a pessoa interessada estipula uma quantia pela qual topa fazer um ensaio de nudez. Os administradores checam se a pessoa está realmente interessada no negócio – se não é um “fake”, por exemplo – e colocam o projeto no ar. A partir daí, o pleiteante tem dois meses para conseguir levantar os recursos pretendidos. Não importa quanto uma pessoa doe para o projeto – se 15 mil pessoas vão doar R$ 1 cada ou se um único admirador vai pagar tudo –, o importante é que a meta seja alcançada.

Caso o valor não seja atingido, toda pessoa que contribuiu terá seu dinheiro de volta. Em caso de sucesso, o modelo ou a modelo recebe o valor estipulado e o site fica responsável pela produção do ensaio, como a contratação de fotógrafos, equipamentos, estúdio, cenário e tratamento de imagens.

A ideia para o site surgiu numa mesa de bar, conta Rodrigo Nery, 23 anos, um dos três publicitários fundadores do Nake it, ao lado de Daniel Mattos, 26 anos, e Ricardo Dullius, 25. “Está­vamos num boteco e começamos a falar das gurias que a gente gostaria de ver peladas. Foi engraçado porque não saiu nenhum nome de ex-BBB ou panicat, e sim de gurias da faculdade ou das nossas vizinhas. Depois começamos a discutir um projeto e o site começou a tomar cara de negócio. Foi uma brincadeira que virou coisa séria”, diz Nery.

O site entra no ar, em fase beta, no próximo mês, e vai começar com uma proposta de ensaio de nudez de uma famosa apresentadora de tevê – o nome dela ainda é mantido em sigilo. “A ideia é lançar o site e ver como vai ser o comportamento dos usuários. Depois de dois meses, colocamos no ar a plataforma que vai permitir que qualquer um estabeleça seu preço”, diz Nery.

Para ele, o site tem potencial para atrair dois tipos de perfis: famosos ou subcelebridades em busca de visibilidade e pessoas que precisam de dinheiro. Recente­mente, a empresa foi abordada por uma gaúcha que pretende fazer um ensaio para ajudar no pagamento do tratamento de câncer de um parente. “Ela disse que precisa de R$ 15 mil. Pense que negócio maravilhoso se ela puder fazer isso.”

Qualidade

O Nake it pretende manter o nível de padrão dos ensaios da Playboy e, por isso, quer ter o controle da produção do ensaio. “As fotos dos modelos estarão mostrando tudo, sem exceção, porém sem vulgarizar. Não podemos de maneira nenhuma ser comparados com pornografia. Apesar de mostrar o corpo inteiro do modelo, somos sensuais e elegantes”, afirma Rodrigo. As fotos, depois, podem virar uma revista ou serem publicadas apenas na web.

Da mesma maneira que ocorre nos principais sites de crowfunding, como o maior deles, o americano Kickstarter (leia mais nesta página), os usuários que doarem uma quantia alta terão direito a um privilégio. No caso do Nake it, pode ser tanto um vídeo de agradecimento da modelo ou fotos exclusivas, por exemplo.

Qualquer homem ou mulher pode postar uma tentativa e os usuários também poderão recomendar alguém que eles gostariam de ver pelado.

O Nake it recebeu recursos de investidores. Mas, assim como muitas moças que estrelam revistas masculinas, seus criadores não revelam quanto.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Quer ver fotos de sua musa nua? Então ajude a pagar o ensaio

Deixe o seu comentário