Os 10 filmes mais caros da história

Taylor Kitsch e Lynn Collins e cena do filme John Carter, de Andrew Stanton
Taylor Kitsch e Lynn Collins e cena do filme “John Carter”, de Andrew Stanton

Publicado originalmente no iG

Adaptação do clássico da ficção científica “Uma Princesa de Marte”, de Edgar Rice Burroughs, o filme de ação especial “John Carter: Entre Dois Mundos” é, ao lado de “Os Vingadores”, a grande aposta do estúdio Disney em 2012.

Primeira produção com atores dirigida por Andrew Stanton, responsável pelas animações “Procurando Nemo” (2003) e “WALL-E” (2008), “John Carter” custou R$ 450 milhões (US$ 250 milhões). Esse número coloca o longa na décima posição entre os mais caros da história do cinema. Veja a lista abaixo, com valores ajustados pela inflação.

1º: “Piratas do Caribe: No Fim do Mundo” (2007) e “Cleópatra” (1963)
O terceiro episódio da franquia “Piratas do Caribe” e o clássico “Cleópatra” brigam pelo título de filme mais caro. A indefinição acontece devido à imprecisão do valor de custo do blockbuster estrelado por Elizabeth Taylor. Com a inflação, o orçamento de “Cleópatra” varia entre US$ 330 e US$ 340 milhões. Já “Piratas do Caribe: No Fim do Mundo” teve custo de US$ 336 milhões.

O enorme gasto de ambas as produções está relacionado à construção de cenários de época, além de centenas de figurinos. No caso da aventura do capitão Jack Sparrow, os efeitos visuais também tomaram boa parte do custo de produção.

3º: “Titanic” (1997)
Um dos grandes vencedores do Oscar, o romance histórico “Titanic” teve orçamento de US$ 290 milhões. Esse custo se deu em parte à minuciosa pesquisa do diretor James Cameron, que um ano antes promoveu expedições submarinas aos destroços do navio, utilizadas na construção de uma réplica em 90% de seu tamanho real.

4º: “Homem-Aranha 3” (2007)
Nem o orçamento de US$ 289 milhões salvou o terceiro “Homem-Aranha” de receber críticas negativas. Apesar de empregar boa parte do dinheiro em cenas de ação e efeitos especiais, as divergências criativas entre o diretor Sam Raimi e o produtor Avi Arad prejudicaram o resultado final da produção. Mas mesmo assim o longa ultrapassou os US$ 800 milhões em bilheterias.

5º: “Enrolados” (2010)
A 50º animação da Disney adapta o famoso conto de fadas “Rapunzel”, inserindo na história da jovem com os longos cabelos um ladrão galã e um cavalo obstinado por capturá-lo. Com custo total de US$ 277 milhões, é a animação mais cara da história.

6º: “Harry Potter e o Enigma do Príncipe” (2009)
Sexto filme da franquia do bruxo Harry Potter, “O Enigma do Príncipe” traça um dos capítulos mais tensos da luta entre o jovem e seu inimigo Voldemort. O orçamento de US$ 271 milhões divide-se entre a criação de novos cenários (como o orfanato onde cresceu o personagem Tom Riddle), os efeitos especiais (como os que resultaram nos temidos inferi) e as filmagens em IMAX 3D.

7º: “Waterworld – O Segredo das Águas” (1995)
Esta ficção apocalíptica narra a história de sobreviventes após o derretimento das calotas polares, que cobriu a Terra com água. Com o custo ajustado de US$ 262 milhões, o longa estrelado por Kevin Costner não decolar nas bilheterias e é considerado um dos grandes fracassos da história de Hollywood.

8º: “Piratas do Caribe: O Baú da Morte” (2006)
O segundo filme da série “Piratas do Caribe” retrata a tentativa do capitão Jack Sparrow de escapar da dívida cobrada pelo amaldiçoado Davy Jones. Boa parte dos US$ 259 milhões do orçamento foi empregada tanto na construção de navios quanto nos efeitos especiais da tripulação do Holandês Voador, que são misturas de homens com criaturas marinhas.

9º: “Avatar” (2009)
Com custo de US$ 257 milhões, “Avatar” coloca novamente o cineasta James Cameron na lista dos filmes mais caros. Amparado quase que totalmente por efeitos especiais, o longa utilizou câmeras desenvolvidas especialmente para sua produção, para melhor utilização do 3D e captura de movimento de atores detalhista.

10º: “John Carter” (2012)
Entre os fatores que colaboram para os gastos de US$ 250 milhões de “John Carter: Entre Dois Mundos”, estão as filmagens no deserto de Utah, que pedem apoio logístico, e a utilização de computação gráfica para a criação de cenários e raças alienígenas que compõem a história –conheça todas aqui.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Os 10 filmes mais caros da história

1 Comentário

  1. Jefferson disse:

    Brigado me ajudou muito no meu trabalho da escola 😉

Deixe o seu comentário