Outdoor avisa: cachorro-quente dá câncer no bumbum

Publicado originalmente no Pop

O Comitê de Médicos pela Medicina Responsável dos EUA tem irritado a indústria de salsichas e gerado polêmica no país. Isso porque a organização sem fins lucrativos espalhou pelas principais cidades norte-americanas outdoors com avisos sobre os supostos danos que a ingestão de cachorro-quente pode causar à saúde.

Para combater o hábito de ingerir salsichas, recheio do tradicional lanche americano, o anúncio colocado em Chicago diz: “Cachorro-quente dá câncer na bunda. Carne processada aumenta o risco de câncer colorretal”. Outro outdoor, exposto em Miami, traz a frase “Cachorros-quentes podem te tirar do jogo”, ao lado da figura da morte.

O Conselho Nacional de Cachorro-quente e Salsicha imediatamente repudiou a ação da organização, definindo a campanha como “ultrajante e difamatória” e chamando os integrantes da ONG de “pseudomédicos” que querem transformar todos os americanos em vegetarianos.

A porta-voz do Conselho saiu em defesa dos cachorros-quentes. Ela disse que eles devem fazer parte de uma dieta saudável e balanceada. Do outro lado, os médicos, nutricionistas e especialistas que fazem parte do comitê lutam para banir as comidas processadas da alimentação dos americanos. Mais uma polêmica no país em que o molho de pizza foi considerado um vegetal, para que o lanche continue a ser vendido nas escolas.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Outdoor avisa: cachorro-quente dá câncer no bumbum

Deixe o seu comentário