Minha mãe tá no Face (e me faz passar vergonha de vez em quando)

Minhamae Livia Deodato, no Jezebel

Se 800 milhões de pessoas estão conectadas no mundo todo por meio do Facebook — sendo 42 milhões só no Brasil –, por que é que a sua MÃE não faria parte desta estatística?

A minha, a sua, a mãe do seu colega de trabalho, a do professor da academia e a do vizinho gato que você stalkeia (mãe, se você estiver lendo este post: stalkear vem do verbo to stalk, em inglês, que significa perseguir, espreitar, manter-se vigilante sobre tudo o que determinada pessoa está fazendo nas redes sociais).

As mães não só estão DO-MI-NAN-DO o Face, como estão chamando as amigas. E as amigas das amigas. Portanto, antes de você respirar aliviada(o), cheque se ela não faz parte desta mesma turminha e acabou de criar uma conta por lá.

Mas a questão não é a sua mamãe fazer parte do Face. Nós amamos ter a nossa pertinho da gente sempre, até no mundo virtual.
A questão é ela querer comentar TUDO — mas tudinho mesmo! — o que você escreve, comenta, curte, posta, etc., etc., etc.
Uma amostra maravilhosa dessa interação maternal está neste Tumblr que acabamos de descobrir: Minha mãe tá no Face.

Tem como não se identificar amar?

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Minha mãe tá no Face (e me faz passar vergonha de vez em quando)

Deixe o seu comentário