Maioria dos deputados evangélicos responde a processos judiciais

Paulo Roberto Lopes, no Paulopes

Os deputados federais evangélicos são de diferentes partidos, mas em questões que envolvem comportamento e moralidade — como o casamento de gays — agem como se fossem de uma única agremiação que se norteia pelos textos bíblicos. São da base de apoio do governo, desde que o governo siga a agenda cristã-conservadora deles. Discutir a liberação do aborto, por exemplo, não pode. Tampouco distribuir nas escolas públicas kit contra a homofobia.

A maioria desses paladinos da moralidade alheia responde a processos na Justiça Eleitoral e no fórum privilegiado do STF (Supremo Tribunal Federal).

Dos 56 deputados que o blog Frente Parlamentar Evangélica lista como da bancada de evangélicos, 32 (57%) têm pendência na Justiça. Os processos apuram acusações como peculato (furto ou apropriação de bens ou valores públicos), improbidade administrativa, corrupção eleitoral, abuso de poder econômico, sonegação fiscal e formação de quadrilha.

Com 24 deputados, a Assembleia de Deus tem a maior representação na bancada. Desse total, 11 são réus. Sabino Castelo Branco (PTB/AM), por exemplo, responde por peculato, crime tributário, captação ilícita de recursos, etc. A ficha judicial de Zé Vieira (PR/MA) é também extensa.

A Igreja Presbiteriana tem a segunda maior representação, com 8 deputados. Anthony Garotinho (PR/RJ) e Edinho Araújo (PMDB/SP) se destacam pela quantidade de processos.

Em seguida vêm Igreja Universal, com 7 deputados, Quadrangular (3), Igreja da Graça (3), Igreja Mundial (2), Metodista (2), Maranata (1), Igreja Nova Vida (1), Cristã Evangélica (1), Igreja Brasil para Cristo (1), Igreja Cristã do Brasil (1), Sara Nossa Terra (1) e Comunidade Shamá (1).

Segue a lista dos deputados que compõem a bancada evangélica, com destaque com fotos para aqueles que estão prestando contas à Justiça. O levantamento foi feito pela organização não governamental Transparência Brasil.

Igreja Assembleia de Deus

1 -  José da Cruz Marinho (Zequinha)– PSC/PA
Deputado Hidekazu Takayama2 – Hidekazu Takayama – PSC/PR

TRF-1 (Seção Judiciária do Distrito Federal) – Processo 0031294-51.2004.4.01.3400 – de Ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal. STF – Inquérito nº 2652/ 2007 – Inquérito apura crimes contra a ordem tributária, estelionato e peculato.


Deputado Sabino Castelo Branco3 – Sabino Castelo Branco – PTB/AM

STF – Processo nº 538 – Réu em ação penal movida pelo Ministério Público Federal por peculato. STF – Inquérito nº 2940 – É alvo de inquérito que apura crimes contra a ordem tributária. TSE – Processo nº 504786.2010.604.0000 – É alvo de recurso contra expedição de diploma apresentado pelo Ministério Público Eleitoral por abuso de poder econômico e uso indevido de meio de comunicação social. TSE – Processo nº 874.2011.604.0000 – É alvo de representação movida pelo MPE por captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral. TRE-AM – Processo nº 90095.2002.604.0000 – Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2002. TRE-AM – Processo nº 424843.2010.604.0000 – Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2010. TRE-AM – Processo nº 485034.2010.604.0000 – É alvo de representação movida pelo MPE.TRF-1 Seção Judiciária da Amazônia – Processo nº 0001172-68.2007.4.01.3200 – É alvo de ação de execução fiscal movida pela Fazenda Nacional. TJ-AM Comarca de Manaus – Processo nº 0039972-21.2002.8.04.0001 – É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual.


Deputado Ronaldo Nogueira4 – Ronaldo Nogueira – PTB/RS

TCE-RS (processo 008255-02.00/ 08-2) – Irregularidades na gestão da Câmara de Carazinho. TCE-RS (processo 001084-02.00/ 01-0) – Idem. TCE-RS (processo 010264-02.00/ 00-4) – Idem.


5 – Ronaldo Fonseca de Souza – PR-DF
6 – Paulo Roberto Freire da Costa – PR/SP
7 – Francisco Eurico da Silva (pastor Eurico) – PSB/PE
8 – Marco Antônio Feliciano (pastor Feliciano – PSC/SP
9 – Lauriete Rodrigues de Almeida – PSC/ES

10 – João Campos de Araújo – PSDB/GO

TRF-1 (Seção Judiciária do Distrito Federal – processo 0031294-51.2004.4.01.3400 – É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal.


11 – Fernando Frascisshini – PSDB/PR
12 – Filipe de Almeida Pereira – PSC/RJ
13 – Fátima Lúcia Pelaes – PMDB/AP
14 – Erivelton Santana– PSC/BA

TRF-1 (Seção Judiciária do Distrito Federal) – processo 0031294-51.2004.4.01.3400 – É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal. É alvo de ações de execução fiscal movidas pelo município de São Luís: TJ-MA Comarca de São Luís – Processo nº 7092-32.2007.8.10.0001. TJ-MA Comarca de São Luís – Processo nº 1793-35.2011.8.10.0001

TRE-AC – processo 497/ 2002 – Teve reprovada a prestação de contas referente às eleições de 2002. É alvo de ações penais movidas pelo Ministério Público por crimes eleitorais (peculato/captação ilícita de votos ou corrupção eleitoral). STF – processo 585. STF – Processo nº 587. TRE-AC – processo 177708/ 2010 – É alvo de inquéritos que apuram crimes eleitorais e contra a administração em geral: STF – inquérito 3083, TRE-AC – Inquérito 245, STF – Inquérito nº 3133. É alvo de ações de investigação judicial eleitoral por abuso de poder econômico: TRE-AC – processo 142143/ 2010, TRE-AC – processo 178782/ 2010, TRE-AC – processo 142835/2010. É alvo de representações movidas pelo MPE por captação ilícita de sufrágio e/ ou captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral: TRE-AC – processo 180081/ 2010, TRE-AC – processo 194625/ 2010 e TRE-AC – processo 142058/ 2010

deputado evangélico Cleber Verde Cordeiro Mendes17 – Cleber Verde Cordeiro Mendes – PRB/MA

STF – processo 497/2008 – É alvo de ação penal movida pelo Ministério Público Federal por crimes praticados contra a administração em geral (inserção de dados falsos em sistema de informações). TRE-MA – processo 603979.2010.610.0000 – É alvo de ação de investigação judicial movida pelo Ministério Público Eleitoral por uso de poder político e conduta vedada a agentes públicos.

 

18 – Anderson Ferreira Rodrigues – PR/PE

19 – Lindomar Garçon – PV/RO

deputado evangélico Nilton Capixaba21 – Nilton Baldino (Capixaba) – PTB/RO

STF – Processo nº 644 – Acusado de envolvimento com a máfia das ambulâncias, é réu em ação penal movida pelo Ministério Público Federal por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal – Processo nº 0031294-51.2004.4.01.3400 – É alvo de ação civil pública movida pelo MPF. TRF-1 Subseção Judiciária de Ji-Paraná – Processo nº 0000432-26.2007.4.01.4101 – É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo MPF por envolvimento com a máfia das ambulâncias.

deputado evangélico Silas Câmara22 – Silas Câmara – PSC/AM
STF – inquérito 2005/2003 – É alvo de inquérito que apura peculato e improbidade administrativa. STF – inquérito 3269 e STF – inquérito 3092 – É alvo de inquéritos que apuram crimes eleitorais. TRF-1 Seção Judiciária da Amazônia – processo 0004121-02.2006.4.01.3200 – É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal. É alvo de representação e ações de investigação judicial movidas pelo Ministério Público Eleitoral por captação ilícita de sufrágio e abuso de poder econômico: TRE-AC – processo 180081.2010.601.0000TRE-AC – processo 142835.2010.601.0000TRE-AC – processo 178782.2010.601.0000TRE-AM – processo 73203919.2005.604.0000 – O PTB teve reprovada a prestação de contas referente ao exercício financeiro de 2004, quando o parlamentar era ordenador de despesas do partido em nível estadual.

deputado evangélico Zé Vieira23 – José Vieira Lins (Zé Vieira)  – PR/MA 

É alvo de inquéritos que apuram crimes de responsabilidade, peculato e sonegação de contribuição previdenciária: STF – inquérito 3051, STF – inquérito 3078, STF – inquérito 2945, STF – inquérito 2943, STF – Inquérito 3047. É alvo de ações civis públicas, inclusive de improbidade administrativa, movidas pelo Ministério Público e pelo município de Bacabal: TRF-1 Seção Judiciária do Maranhão – processo 0005980-37.2008.4.01.3700, TJ-MA Comarca de Bacabal – processo 378-16.2009.8.10.0024, TJ-MA Comarca de Bacabal – processo 1771-15.2005.8.10.0024, TJ-MA Comarca de Bacabal – processo 279-56.2003.8.10.0024. É alvo de ações de execução movidas pela Fazenda Nacional — por exemplo: TRF-1 Subseção Judiciária de Bacabal – processo 0000629-69.2011.4.01.3703, TRF-1 Subseção Judiciária de Bacabal – processo 693-79.2011.4.01.3703, TRF-1 Subseção Judiciária de Bacabal – processo 0000908-55.2011.4.01.3703, TJ-MA Comarca de São Luís – Processo 6007-40.2009.8.10.0001. Foi responsabilizado por irregularidades em convênios e aplicação de recursos e teve contas reprovadas: TCU – Acórdão 5659/ 2010, TCU – Acórdão 3577/2009, TCU – Acórdão 3282/2010, TCU – Acórdão 2679/2010, TCU – Acórdão 749/2010, TCU – Acórdão 1918/ 2008 (teve o nome incluído no TCU – Cadastro de responsáveis com contas julgadas irregulares). TCU – Acórdão 801/ 2008 (teve o nome incluído no TCU – Cadastro de responsáveis com contas julgadas irregulares). TCE-MA – processo 2600/1999 e TCE-MA – processo 3276/2005.

deputado evangélico Marcelo Theodoro de Aguiar24 – Marcelo Theodoro de Aguiar – PSC/SP

TRE-SP – Processo 1077244.2010.626.0000 – Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2010.

 

Igreja Presbiteriana

1 – Lilian Sá de Paula – PR/RJ
deputado evangélico lemos barros quintão2 – Leonardo Lemos Barros Quintão – PMDB/MG STF – Inquérito nº 2792 – É alvo de inquérito que apura crimes eleitorais. TJ-MG Comarca de Belo Horizonte – Processo nº 5034047-88.2009.8.13.0024 – É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Estadual. 3 – Laércio José de Oliveira – PR/SE
deputado evangélico Edmar Arruda4 – Edmar de Souza Arruda – PSC/PR STF – inquérito 3307 – É alvo de inquérito que apura crimes contra o meio ambiente e o patrimônio genético.
deputado evangélico Edinho Araújo

5 – Edson Edinho Coelho Araújo (Edinho Araújo) – PMDB/SP

STF – Inquérito nº 3137 – É alvo de inquérito que apura crimes previstos na lei de licitações. TJ-SP Comarca de São José do Rio Preto – Processo 576.01.2009.043791-5 – É alvo de ação de execução fiscal movida pela Fazenda estadual. É alvo de ações de improbidade administrativa movidas pelo Ministério Público Estadual: TJ-SP (segunda instância) – processo 9035424-43.2006.8.26.0000, TJ-SP (Comarca de São José do Rio Preto) – Processo nº 576.01.2010.062759-8. O TCE-SP julgou irregulares processos licitatórios e contratos firmados pela prefeitura de São José do Rio Preto: TCE-SP – processo 2832/008/04TCE-SP – processo 313/008/02TCE-SP – processo 2432/008/07

7 –  Anthony William Garotinho Matheus De Oliveira (Anthony Garotinho) – PR/RJ É alvo de inquéritos que apuram crimes eleitorais: STF – Inquérito 2601/2007, STF – inquérito 2704/2008, TRF-2 (Seção Judiciária do Rio de Janeiro – Processo nº 2008.51.01.815397-2 – É réu em ação penal referente à máfia dos caça-níqueis e movida pelo Ministério Público Federal por lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, corrupção e crimes contra a administração pública. Chegou a ser condenado a dois anos meio de prisão. A pena foi convertida em prestação de serviços e suspensão de direitos. É alvo de ações de improbidade administrativa: TJ-RJ Comarca de Nova Iguaçu – processo 0026769-53.2005.8.19.0038, TJ-RJ Comarca de São Fidelis – processo º 0000249-07.2011.8.19.0051, TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0050419-80.2004.8.19.0001, TJ-RJ Comarca de Campos dos Goytacazes – processo 0011729-64.2009.8.19.0014, TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0040380-19.2007.8.19.0001, TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0040412-24.2007.8.19.0001, TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0039456-08.2007.8.19.0001, TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0064717-67.2010.8.19.0001, TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0183480-95.2008.8.19.0001, TRE-RJ – processo 764689.2008.619.3802 – Em ação judicial eleitoral, foi condenado por abuso de poder econômico e uso indevido de veículo de comunicação social. A Justiça decretou inelegibilidade.
8 – José Carlos Vaz de Lima– PSDB/SP

Igreja Universal do Reino de Deus

deputado evangélico José Heleno da Silva1 – José Heleno da Silva – PRB/SE É alvo de ações de improbidade administrativa movidas pelo Ministério Público Federal: TRF-5 Seção Judiciária de Sergipe – processo 0005364-36.2010.4.05.8500TRF-5 Seção Judiciária de Sergipe – processo 0005511-67.2007.4.05.8500 (Acusado de envolvimento com a máfia das ambulâncias), TRF-1 Seção Judiciária de Mato Grosso – processo 0015233-58.2008.4.01.3600 – É alvo de medidas investigatórias referentes à máfia das ambulâncias e conduzidas pelo Ministério Público Federal. O TRE reprovou as prestações de contas do PL referentes aos exercícios financeiros de 2003 e de 2005, quando o parlamentar era dirigente do partido em nível regional: TRE-SE – processo 34792.2004.625.0000TRE-SE – processo 438664.2006.625.0000
2 – Márcio Carlos Marinho – PRB/BA
3 – Otoniel Carlos de Lima – PRB/SP
deputado evangélico Vitor Paulo Araújo dos Santos4 – Vitor Paulo Araújo dos Santos – PRB/RJ STF – processo 592 – É réu em ação penal movida pelo Ministério Público por crimes eleitorais.
5 – George Hilton Dos Santos Cecílio (George Hilton) – PRB/MG
deputado evangélico Antônio Bulhões6 – Antonio Carlos Martins de Bulhões – PRB/SP STF – inquérito 2930/ 2010 – É alvo de inquérito que apura peculato. TRF-3 Seção Judiciária de São Paulo – Processo 0044601-82.2002.4.03.6182 – É alvo de ação de execução fiscal movida pela Fazenda Nacional. TRF-3 Seção Judiciária de São Paulo – Inquérito 0005062-78.2003.4.03.6181 – É alvo de inquérito que apura apropriação indébita e crimes contra o patrimônio.
deputado evangélico Jhonatan Pereira de Jesus7 – Jhonatan Pereira de Jesus – PRB/RR TRE-RR – processo 229176.2010.623.0000 – Teve reprovada a prestação de contas referente às eleições de 2010.

Igreja Do Evangelho Quadrangular

deputado evangélico Jefferson de Campos1 – Jefferson Alves de Campos – PSB/SP

TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal – processo 0031294-51.2004.4.01.3400 – É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal. É alvo de ações de improbidade administrativa movidas pelo MPF por envolvimento com a máfia das ambulâncias: TRF-3 Seção Judiciária de São Paulo – processo 0004928-22.2011.4.03.6100, TRF-3 Subseção Judiciária de Santos – processo 0000249-06.2007.4.03.6104

deputado evangélico de Oliveira2 – Mário de Oliveira – PSC/MG

TRE-MG – Processo 60069.2011.613.0000 – É alvo de inquérito que apura crime eleitoral. STF – inquérito 2727 – É alvo de inquérito que apura crimes de responsabilidade, contra a ordem tributária e previstos na lei de licitações, além de formação de quadrilha, falsidade ideológica, estelionato e lavagem ou ocultação de bens, direitos ou valores.

deputado evangélico Josué Bengtsons3 – Josué Bengtson – PTB/PA

TRF-1 Seção Judiciária do Pará – rocesso 3733-02.2007.4.01.3900 – É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal. TRF-1 Seção Judiciária de Mato Grosso – processo 0004032-69.2008.4.01.3600 – Acusado de envolvimento com a máfia das ambulâncias, é alvo de medidas investigatórias conduzidas pelo MPF por crimes previstos na lei de licitações.

Igreja Internacional da Graça

1- Rodrigo Moreira Ladeira Grilo – PSL/MG

2 – Adilson Soares – PR/RJ
deputado evangélico Jorge Tadeu Mudalen3 – Jorge Tadeu Mudalen – DEM/SP

TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal – Processo 0031294-51.2004.4.01.3400 – É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal.

Igreja Mundial do Poder de Deus

deputado evangélico José Olímpio Silveira Moraes1 – José Olímpio Silveira Moraes (missionário José Olímpio) – PP/SP

TJ-SP Comarca de São Paulo – Processo 0424086-16.1997.8.26.0053 – É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual. TJ-SP Comarca de Itu – processo 286.01.2009.514728-4 – É alvo de ação de execução fiscal movida pelo município de Itu.

TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0139394-68.2010.8.19.0001 – É réu em ação penal movida pelo Ministério Público Estadual por lesão corporal decorrente de violência doméstica.


Igreja Metodista

1 – Walney Da Rocha Carvalho – PTB/RJ

STF – Processo 627 – É alvo de ação penal movida pelo Ministério Público Federal por corrupção passiva. TRE-RJ – Processo nº 197118.2002.619.0000 – Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2002. É alvo de ações de execução fiscal movidas pelo município de Nova Iguaçu e pela Fazenda Nacional — por exemplo: TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – processo 0000562-61.2010.4.02.5110, TJ-RJ Comarca de Nova Iguaçu – processo 0112599-45.2009.8.19.0038, TJ-RJ Comarca de Nova Iguaçu – processo 0083231-88.2009.8.19.0038

deputado evangélico Aúreo2 – Áureo Lidio Moreira Ribeiro – PRTB/RJ

É alvo de ações de execução fiscal movidas pela Fazenda Nacional e pelo município de Duque de Caxias: TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – processo 0000153-61.2005.4.02.5110TJ-RJ Comarca de Duque de Caxias – Processo nº 0005413-58.2002.8.19.0021.

 

Igreja Maranata

1 – Carlos Humberto Mannato – PDT/ES

Igreja Nova Vida

deputado evangélico Washington Reis1 – Washington Reis de Oliveira – PMDB/RJ

STF – processo 618 – É alvo de ação penal movida pelo Ministério Público Federal por crimes contra o meio ambiente e o patrimônio genético e formação de quadrilha. STF – inquérito 3192 – É alvo de inquérito que apura crimes eleitorais. É alvo de ações civis públicas, inclusive de improbidade administrativa, movidas pelo Ministério Público: TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – Processo 0007523-23.2007.4.02.5110TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – processo 0008324-65.2009.4.02.5110TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – Processo 0003813-92.2007.4.02.5110 (Foi condenado por improbidade administrativa, pois não houve divulgação de recursos recebidos pela prefeitura de Duque de Caxias. A Justiça determinou a suspensão dos direitos políticos, a proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios/ incentivos fiscais ou creditícios e o pagamento de multa). É alvo de ações de execução fiscal movidas pela Fazenda Nacional e pelo município de Duque de Caxias — por exemplo:
TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – processo 0004113-83.2009.4.02.5110TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – processo 0004857-78.2009.4.02.5110TJ-RJ Comarca de Duque de Caxias – processo 0223580-32.2008.8.19.0021TJ-RJ Comarca de Duque de Caxias – processo 0223582-02.2008.8.19.0021TRE-RJ – processo 386718.2010.619.0000 – É alvo de ação de investigação judicial movida pelo Ministério Público Eleitoral por abuso de poder econômico. TRE-RJ – processo 772.2011.619.0000 – É alvo de representação movida pelo MPE por captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral. TRE-RJ – Processo 674343.2010.619.0000 – É alvo de representação movida pelo MPE por conduta vedada a agente público. TCE-RJ detectou irregularidades e emitiu pareceres contrários à aprovação das contas referentes à administração financeira da prefeitura de Duque de Caxias: TCE-RJ – Processo 203.163-8/10TCE-RJ – processo 206.291.7/09

Igreja Cristã Evangélica

TRE-GO – Processo nº 999423170.2006.609.0000 – Teve rejeitada prestação de contas referente às eleições de 2006.



Igreja Brasil para Cristo

1 – Roberto Alves de Lucena – PV/SP

Igreja Cristã do Brasil

1 – Bruna Dias Furlan – PSDB/SP

É alvo de representações movidas pelo Ministério Público Eleitoral por conduta vedada a agentes públicos: TRE-SP – processo 15170.2010.626.0199TRE-SP – processo 1949115.2010.626.0000

Igreja Sara Nossa Terra

STF – inquérito 2984/ 2010 – É alvo de inquérito que apura uso de documento falso. STF – inquérito 3056 – É alvo de inquérito que apura crimes contra a ordem tributária. TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal – processo 0031294-51.2004.4.01.3400 – É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal. TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0026321-60.2006.8.19.0001 – É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Estadual. TRE-RJ – processo 59664.2011.619.0000 – Alvo de representação movida pelo Ministério Público Eleitoral por captação ilícita de sufrágio. TRE-RJ – processo 9488.2010.619.0153 – Alvo de ação de investigação judicial eleitoral movida pelo MPE por abuso de poder econômico. TSE – processo 707/2007 – Alvo de recurso contra expedição de diploma apresentado pelo MPE por captação ilícita de sufrágio.

Comunidade Shamá

1 – Henrique Afonso Soares Lima – PV/AC

dica do Israel Anderson

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Maioria dos deputados evangélicos responde a processos judiciais

31 Comentários

  1. Esses são os “Demostenes” religiosos; que pregam  amoralidade só da boca pra fora…

  2. Anízio Gomes disse:

    Vergonha… Tem pessoas que se esquecem que crente até o satanás é… Tenham um pouco de hombridade e sejam servos de um Deus vivo, o que é muito importante ressaltar, visto que como vivo esta esse deus que é justo, vai mostrar aos que merecem que com o nome Dele não se brinca. “E DISSE aos discípulos: É impossível que não venham escândalos, mas ai daquele por quem vierem! Melhor lhe fora que lhe pusessem ao pescoço uma mó de atafona, e fosse lançado ao mar, do que fazer tropeçar um destes pequenos.(Lucas 17:1,2)”. Boa tarde!

  3. Gilberto disse:

    Tem um cidadão da minha igreja.
    Não importa a crença, é lamentável políticos assim.

  4. HIPÓCRITAS! E A MEDIDA QUE O POVO EMBURRECE – INFLUENCIADO POR EDUCAÇÃO FALHA E SENSO COMUM EXTREMO – MAIS ESSA CORJA CRESCE NO PODER.. BRASIL. ESSE É O PAÍS DOS IGNORANTES POLÍTICOS…

  5.  “Se um cristão quiser voto, ele tem que mostrar que merece o voto de qualquer cidadão e não apenas do cidadão convertido” Ariovaldo Ramos

  6. Leandro de Assis disse:

    Eles respondem a processos e devem ser julgados como todos os outros, ser acusado não quer dizer ser culpado. Eles vão responder e os culpados devem ser punidos como qualquer outro cidadão ou político. O que não se pode fazer e no Brasil isso é comum, é condenar as pessoas antes do processo transitado e julgado. Já pensou caro leitor, eu te acusar de algo e você a partir daí já ser culpado e desmoralizado?

    • Carlos disse:

      Em política não basta ser honesto; tem que parecer honesto. E alguém processado é  aparentemente desonesto. A justiça nem sempre é justa (quem conhece manipula).

  7. Franco disse:

    Tenho 46 anos e conheço essa bancada de longa data. Um bando de incompetentes que são paus mandados do partido e votam em qualquer coisa em troca de uma concessão de rádio.

  8. Carlos disse:

    Fiquei curioso: o que a deputada Bruna Furlan aprontou?

  9. Asasnotorius disse:

    Tal artigo vai de ser de muita valia pra proxima eleição.

  10. Ivanir disse:

    Tenho vergonha do que se tornou os evangélicos no Brasil, e estes “lideres”, irremediavelmente espertalhões. Gostaria de ver esses caras (Edir, Mala,…) e essa corja de deputados “pastores”(de si), na intimidade, com certeza nenhum deles confessaria a Jesus como Senhor, sacrifício pra eles é coisa de otário, o Deus deles é o dinheiro. Me lembro do título de um livro do Rev. Caio “A Síndrome de Lúcifer”, é isso, eles querem ser deus, são os donos do negócio, os senhores do templo. Minha esperança é  a Volta do meu Jesus, pois Ele virá; e será que achará Fé na terra? Religião têm, e olha que essa fala de jesus, mas, é um jesus cheio de ginga, dado as maracutáias. Queridos denunciem façam como Jeremias, que ficava à porta do templo chamando o povo ao arrependimento. O problema da Reforma Protestante, é que não deveria ser reforma e sim demolição…Fiquem na Paz.

  11. Barceleiro disse:

    Devemos ter cuidado com as noticias que postamos na internet, fazendo uma analise dos casos relatados como inquerito, percebe-se que todos são iniciativa do Ministério Publico e muitos nao foram julgados em suas ações.
    Quando vemos isso torna-se necessário termos o cuidado de lançarmos criticas simplesmente pelo fato da critica, Os deputados que supostamente estão enrascados com a justiça não devem sofrer uma condenação politica por não terem seus casos julgados pelo Poder Judiciario. INfelizmente estamos vivendo em um Estado Policialesco onde as liberdades fundamentais de privacidade estão sendo retiradas em nome da segurança publica, do jeito que as coisas estão indo teremos uma ditadura do MP e da midia onde os bons cidadãos ficarão cada vez mais impedidos de exercerem seus direitos por causa de um julgamento politico onde os deputados federais cristãos que procuram fazer um trabalho não terão seus trabalhos divulgados pela mesma midia que noticia com grande alarde os delitos que ainda serão julgados.
    Por favor , vamos divulgar os parlamentares que votaram contra o aborto, contra as bebidas no estádios ( uma luta inglória), contra os jogos.
    enfim divulguemos os bons atestados destes deputados.
    um abraço para todos
    fabio barceleiro

    • Bosa disse:

      Concordo, tem muitas coisas boas que devem ser divulgadas, porém, tudo o que eles fazem para benefício da sociedade não passa da mera obrigação deles, afinal são pagos para representar nossos interesses, porém estão fazendo justamente o contrário utilizando-se da boa vontade e moralidade pública para conseguirem se beneficiar.

    • kruguer666 disse:

       Cara quando voce fazia seu dever de casa na escola sua mãe contava pros vizinhos ? Quando um médico conserta uma perna quebrada ele ganha mátéria na primeira capa do globo ? Ou quando um bombeiro apaga um incendio ou salva uma vida se afogando ele ganha premios e mais premios por esta fazendo uma coisa que nada mais é que sua obrigação ? Então porque deveriamos ficar vangloriando senadores e deputados que nada mais fazem o que lhes é determinado ? E o pior quendo fazem fazem merda , tipo censura na tv por assinatura , censura em lutas não olimpicas , proibições de video games e censura na internet , aumento de salario de 50% de seis em seis meses , 14º 15º pagamento 3 meses de férias 3 dias de trabalho semanal, ou seja a obrigação deles é estar ali para criar leis em pról do cidadão e eles só fazem leis para beneficios de suas própias empresas. Agora me diga pq falar bem de merdas que proibem bebidas em estadio , aborto e jogos ? Cara se vc não bebe o problema é seu , em compesação( deus que nos livre) quero ver se uma filha sua for estrupada ficar gravida e voce ter que criar o filho de um estrupo , ou se em um caso de gravidez voce descobre que seu filho tem acefalia aos 3 meses de gravidez ae sim quero ver vc dar vivas ao cidadão que proibiu o aborto. Odeio esses crentes bando de falsos moralistas , aposto que baba quando passa uma ninfetinha de saia do seu lado e vem na net querer dar uma de bom samaritano

  12. Wagner Campos do Nascimento disse:

    Tudo isso é muito triste, pois, nós cristãos, devemos ser sal e luz neste mundo. Afinal, o que é mais importante para nós cristãos? Certamente, a nossa salvação. Por isso, um dia, aceitamos o Senhor Jesus Cristo como nosso único e suficiente Salvador. Não tenho raiva desta pessoas e sim muita pena. De qualquer forma, me questiono: o que passa na cabeça de muitos cristãos, em especial, aqueles que ocupam cargos públicos de relevância no cenário nacional? Imagino que o poder temporal e a busca excessiva de riquezas terrenas mudaram sua forma de pensar a respeito do verdadeiro valor da vida. Agora, uma coisa é certa, se essas pessoas não se arrependerem e largarem tudo isso para trás, no dia do Juízo, que já está próximo, vão se arrepender amargamente quando estiverem diante de Nosso Senhor Jesus, que lhes dirá: ” E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade” (Mt 7.23). Será que vale a pena trocar o nosso Deus Todo Poderoso pelas migalhas deste mundo? Caros homens e mulheres que ocupam importantes cargos públicos, repensem, arrependam-se das falcatruas e caiam fora desta situação diabólica enquanto é tempo. Por outro lado penso: “como seria bom se homens e mulheres verdadeiramente tementes a Deus ocupassem estes cargos públicos. O Brasil seria uma maravilha, um excelente exemplo para o mundo”. A paz de Nosso Senhor Jesus Cristo! Deus abençoe a todos!

    • Davi disse:

      Quanta pretensão hein?!  É muita prepotência e fanatismo afirmar que somente cristãos estão certos, no caminho correto e que se salvarão ( do que? pura piada). 
      Isso é desrespeitar as outras culturas, crenças, e também pessoas de bem que são ateias ou agnósticas.  O Fato é que quem salva as nossas vidas todos os dias, que nos fornece a luz da razão é a CIÊNCIA. 

      Estou farto de vcs cristãos pedantes, ignorantes, convencidos e preconceituosos.

  13. Esses são os pregadores da moral e bons costumes. só que visando o lado deles, e claro…

  14. Joao disse:

    Só eu vi pelo lado bom? 57% é bem menor do que so 99% dos não evangelicos que respondem a justiça..

  15. Sergiolibanori disse:

     Nosso país virou uma imensa “bandalheira”. Corrupção nos 3 poderes, nas instituições religiosas e esportivas. Sem falar na violência que mata mais do que guerrra. O povo assiste tudo e não faz absolutamente nada. Está mais preocupado com o carnaval e com o seu clube de futebol. Como diz o ditado:  cada povo tem os governantes, religiosos e esportistas que merece…

  16. Vinicius disse:

    Esperar o que de deputados oriundos de igrejas que exploram financeiramente a parcela mais simples da população? Dessa fonte não sai água potável não.

  17. Será que Deus e Jesus aprovam que os cristãos se envolvam na política ou sejam desonestos? Leiam aqui e vejam a resposta:
    http://www.watchtower.org/t/kn37/article_01.htm
    http://www.watchtower.org/t/20061201a/article_01.htm

  18. Assisbeto disse:

    NÃO SATISFEITOS EM ROUBAR DOS CRENTES NAS IGREJAS, PARTIRAM QUASE TODOS PARA A POLÍTICA TAMBÉM….
    LAMENTÁVE.!!!!

  19. A maioria dos deputados dos outros segmentos religiosos também têm algum processo nas costas… sem falar nos agnósticos e nos adoradores do diabo… qual é o problema? Burros somos nós que votamos neles! Por isso sou a favor do voto nulo…

  20. Setembro_19anos disse:

    Casamento entre pessoas do mesmo sexo não pode. Mais “mamá”pode

  21. JS disse:

    com “evangéolicos” assim, quem precisa de ateus?

  22. Não conheço nenhum destes; não votei em nenhum deles; nem sou advogado do diabo. Mas discordo do fundamento de todos os que criticaram de modo generalizado; e critico abertamente a má intenção do autor do texto. Infelizmente não há espaço aqui para expor toda a minha opinião, mas tentarei me fazer entender de modo reduzido: 
    1) Responder processo judicial jamais será motivo para tomar alguém por culpado antes do trânsito em julgado; qualquer pessoa, independentemente de seu caráter ou de seus valores, pode responder a um processo judicial, ou acionar o meio judicial contra alguém. O trânsito em julgado é que definirá a situação de inocente ou culpado.
    2) Há um pressuposto oculto, de que, ao defenderem no Legislativo certos valores cristãos, ou ao se declararem cristãos ou com afinidade aos cristãos, tais congressistas devessem ser irrepreensíveis. Isso é falacioso. 
    3) Qualquer pessoa, por melhor que seja, está sujeita a ser questionada quanto às suas declarações fiscais e tributárias, principalmente quando é um Agente Político, que está diretamente suscetível a questionamentos. 
    4) Há uma tentativa esdrúxula de contradizer o fato de que, porquanto o deputado X responde a processo judicial, ele não pode ser contra o aborto ou a homossexualidade, ou não pode defender valores cristãos.
    Infelizmente, não posso prolongar meu comentário.

  23. Sergio Libanori disse:

    Como dizia um saudoso sambista brasileiro: Se gritar pega ladrão, não fica um meu irmão…

  24. marcos maia disse:

    ainda tem homens e mulheres serias,quem escreveu este blog está emjuriado pq os evangelicos não votão a favor do homosexualismo,sou tambem sabedor que Deus não tomarar ninguem por inocente tanto evangelico como catolico,homosexual etec…

Deixe o seu comentário