Escola pública da Grande SP obriga alunos a rezar antes da aula

Estudantes da Escola Gertudres Eder, em Itapecerica da Serra na manha de quinta-feira (5

Ricardo Gallo, na Folha de S.Paulo

Os alunos se postam enfileirados na quadra da escola estadual Gertrudes Eder, em Itapecerica da Serra, Grande SP. Uma professora pede silêncio: é a hora do pai-nosso.Lá, é assim todo dia; antes de entrar na sala de aula, os estudantes têm de orar. A regra vale para os turnos da manhã e da tarde. À noite, não.

Obrigar alguém a rezar em escola pública é inconstitucional. Funcionários da instituição dizem não haver obrigação: é possível ficar em silêncio na hora do pai-nosso. Mas o fato é que todos os alunos têm que ouvir a oração.

A Folha acompanhou dois dias de oração na escola, do lado de fora. A professora que comandava a reza ameaçou reduzir o intervalo dos que demorassem a ficar quietos e perguntou quem se dispunha a ir na frente puxar a oração.

Só depois de orar é que eles eram autorizados a ir para a sala, o que significa perder até dez minutos de aula.

VERGONHA

“Antes, rezava porque tinha vergonha de ficar quieto. Agora não tenho rezado mais”, afirma Guilherme Marçal, 13, do 9º ano, que se declara ateu.

Ele contou à mãe (católica) e ao irmão mais velho (ateu) que se sentia constrangido com o olhar de reprovação dos colegas e professores diante do seu silêncio -o que os levou a reclamar à escola; como resposta, disseram ter ouvido que a maioria concordou “democraticamente”.

O irmão de Guilherme, o professor de história Wanderson Marçal, 21, afirma que a oração diária acontece ao menos desde o ano passado.

Mães disseram que o pai-nosso foi combinado pela direção quando o ano letivo começou. A iniciativa da reza é da diretora Rosa Machado, que, indagada, orientou a reportagem a falar com a Secretaria de Estado da Educação.

O 9º ano, o mesmo de Guilherme, ficou abaixo da média no último Idesp (índice de avaliação do governo).

SEM PAI-NOSSO

Ontem, procurada pela Folha, a Secretaria da Educação proibiu a prática do pai-nosso e decidiu afastar a diretora “preventivamente” para apurar o fato.

“A secretaria não compactua com o desrespeito ao preceito constitucional da laicidade do Estado e do ensino público, que acarreta o desrespeito ao direito de liberdade de escolha religiosa por parte dos alunos e familiares”, diz a pasta, que não permitiu que a diretora falasse.

Na terça, a Folha revelou que um aluno de uma escola estadual de Miraí (MG), ateu, disse que uma professora o perseguia por ele não rezar. A professora não quis falar.

foto: Danilo Verpa/Folhapress

dica da Rogéria Okaa-san

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Escola pública da Grande SP obriga alunos a rezar antes da aula

17 Comentários

  1. auriandelira disse:

    Meu Deus! Espero não ser processada por quem ouviu de mim Deus nos ama! Que assim seja!  Ai!

  2. Claro, é errado. Mas no Brasil é assim: meninas de 12 anos podem se prostituir [by STJ], mas as de 13 não podem rezar. Brazil. É nesta pocilga moral que nós vivemos. Saudade dos militares.

  3. Gabriel disse:

    é por essa e outras que cada vez menos desisto de ter filhos. se isso acontece com um filho meu, vixi, eu processo todos os envolvidos e quero ver esse povo safado na prisão.

    • Roberto disse:

      Safado são os vossos filhos que não respeitam ninguem. Safada são vossas filhas que ficam dançando funk na hora do intervalo e dizendo que vai dar. Pensa um pouquinho e vai ver quem realmente é safado.

  4. Laura disse:

    Tudo isso, pura mentira…
    Sou aluna de lá.
    A diretoria faz a oração mais não obriga ninguém.
    Ela fala para as pessoas que não querem rezar, só ficarem quietas em seu devido lugar, pois devemos respeitar as pessoas que querem fazer oração.. E não há punição ela só chama a atenção.
    Eu mesmo, as vezes não faço oração e elas não falam nada..

  5. BOM , ESTUDO LA E ELES OBRIGARAM AGENTE SIM 🙁
    SOU DA SALA DO GUILHERME E ELE SOFRE MUITO , POIS LÁ , É TIPO UMA IERARQUIA M ELES PODEM , NOS N PODEMOS 🙁 É ASSIM QUE FUINCIONA ,  

    BY : HENRIQUE 8ªE

    • Roberto disse:

      Aí Henrique por isso que você é um dos pirores alunos que já conheci. Só tem direito de reclamar quem participa, você nunca participa de nada e quando vem só quer brigar e usar o celular com essas músicas podres de funk. Cresce muleque, vive primeiro aprenda primeiro ja que pelo que te conheço você é um ignorante.

  6. Juliana disse:

    Manuuuuu pura mentiraa a diretora nun obriga ningueem a ezafi reza que quer ella so pede silenco
    Mais aameaça do  intervaalo é pura verdadeee

  7. Hellen Martins lima disse:

    eu concordo plenamente com todas essas pessoas que postaram esses comentario principalmente com a Laura por que a diretora a vice diretora nao importa quem seja eles falam que quem quiser rezar reza quem nao quizer naao reza meu nome e hellen e eu sou aluna de lá e nao sou obrigada a fazer oraçao nem sempre eu faço a oraçao

  8. Alexandre disse:

    Qualquer oração que venha ao encontro da paz, do amor, ensinando
    as crianças e aos adolescentes, o respeito, a concentração a harmonia o
    respeito e a tolerância. Para quem não vive hoje escola, pode até considerar um
    absurdo um ato como este. Como trabalhar o amor, o respeito. A fazer silencio,
    respeitar o outro, passar poucos minutos ouvindo palavras para acalentar o
    coração.

    Como combater a violência, o desrespeito, o compromisso?

  9. Seria muito bom se todas as escolas do Brasil, seguisse o exemplo desta, estaríamos formando pessoas civilizadas, a oração do PAI NOSSO praticamente é universsal 

  10. Roberto disse:

    Os valores estão invertidos. Em vez de os pais se preocuparem com a educação de deus filhos querem saber o porque os filhos oram o Pai Nosso. Nenhum pai até hoje foi questionar na escola se suas filhas dançam e ouvem aquelas músicas podres de funk onde faz apologia ao sexo e ao crime. Será que os pais esqueceram-se dos valores? Esse aluno Wanderson que ja foi aluno da escola sempre foi um pangaré dentro da escola que nunca respeitou seus professores. Quem te viu quem te vê!

  11. Silvia disse:

    Mentira ninguém é obrigado(a) a rezar

    Reza quem quer e os que não querem ficam em seu devido lugar, mais respeitando os que estão fazendo a oração!

    Por essa mentira estamos quase 1 ano e outros meses sem a rezar!

    Os que estão dizendo ( E que disse isso ) apenas querem aparecer , Contando essa mentira !

  12. ingrid disse:

    nos não eramos obrigados a rezar rezavam apenas quem quisessem e a diretora apenas pedia uma coisa que quem não quisesse rezar tudo bem mais pelo menos respeitassem a quem estava rezando e ficassem em silencio pois os outros estavam rezando e eu concordo e acho que esse menino a unica coisa que ele consiguiu causar foi problemas para a escola.

  13. fernanda fagundes disse:

    Gente, nao è uma questao de obrigar ou nao, o simples fato de rezar em uma escola publica desrespeita a constituiçao.Constrange a criança que tem tmb o direito de ser ateu.Em primeiro lugar vem o direito do cidadao q è garantido por lei, é nada mais q o respeito a diversidade e a escolha religiosa, rezar é na Igreja, nos templos……..Escola nao é templo.Desculpem os erros na grafia, meu pc é da Argentina e os acentos sao diferentes.

Deixe o seu comentário