VÍDEO: crianças no papel de corruptos e criminosos causa polêmica no México

Publicado por ZH

Imagens disseminadas na internet fazem parte de mensagem direta a candidatos às eleições presidenciais no país este ano

Produção com menores de idade com armas de fogo já foi assistida por 10 milhões de pessoas / Foto: Reprodução You Tube / AP

Um “falso documentário” que mostra crianças no papel de sequestradores, policiais corruptos e narcotraficantes provocou uma fervorosa polêmica no México, país degradado pela violência: alguns disseram que trata-se de um alerta necessário, outros classificaram de manipulação política ou abuso de crianças.

No vídeo, os pequenos aparecem no papel de empresários, delinquentes e funcionários corruptos roubando, pagando subornos e enfrentando-se em tiroteios em um México habitado exclusivamente por menores.

Produzido por uma fundação apoiada por companhias privadas e universidades e disseminado pela internet, o vídeo “Niños Incómodos” (algo como “Crianças Aborrecidas” em português) finaliza com uma mensagem direta aos candidatos à presidência do país que se enfrentarão nas eleições de 1º de julho.

Olhando para a câmera, uma menina diz: “Se este é o futuro que me espera, não o quero. Basta de trabalhar para seus partidos no lugar da gente. Basta de mudanças superficiais”.

O vídeo de quatro minutos começa quando um empresário, interpretado por um menino “gordinho”, acorda pela manhã e acende um cigarro. Termina com uma versão infantil do chefão do tráfico preso em 2010, Edgar Valdez, conhecido como “La Barbie”, arrastado a uma prisão superlotada de crianças policiais.

Apesar das fortes imagens de crianças assaltantes, contrabandistas ou portadoras de armas, os principais candidatos presidenciais elogiaram a produção. O esquerdista Andrés Manuel López Obrador disse:

— Está bem feito. É forte, mas é a realidade.

O candidato do Partido Revolucionário Institucional (PRI), Enrique Peña Nieto, escreveu em seu Twitter: “Apoio a mensagem dos #NiñosIncómodos. O mesmo eu escuto em reuniões: ‘acabou o tempo’. É hora de renovar a esperança e mudar o México”.

Josefina Vázquez Mota, candidata do Partido Ação Nacional — que pertence ao atual presidente Felipe Calderón — twittou: O vídeo dos #NiñosIncómodos é uma convocatória que não pode passar despercebida. Aceito o desafio, desejo reunir-me com vocês”.

Porém, nem todos se mostraram elogiosos. A imagem de um México apocalíptico e afogado pela contaminação, onde crianças policiais atacam a outras que protestam contra a corrupção à vista de políticos corruptos ou preguiçosos é uma manipulação, disse o crítico de TV e colunista Alvaro Cueva.

— Nenhum candidato em seus cinco sentidos irá decidir: “eu quero um futuro com crimes, com delinquentes”. É uma clara violação da lei eleitoral — afirmou Cueva.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for VÍDEO: crianças no papel de corruptos e criminosos causa polêmica no México

1 Comentário

  1. Apesar de não conhecer de perto a situação do México e nem o suficiente pra tecer um comentário mais profundo, acredito que a verdadeira “polêmica” vem antes do próprio vídeo.  

Deixe o seu comentário