Evangélico, Vitor Belfort é homenageado em videoclipe de banda de heavy metal cristão

Publicado originalmente no UOL Esporte

O lutador do UFC, Vitor Belfort está conhecido não só por suas lutas no octógono, mas pelo recente trabalho nas telinhas, como técnico do reality show The Ultimate Fighter. Mas aparecer na TV não é novidade para ele. O carioca também já fez ponta em novelas e, mostrando a versatilidade, recentemente virou protagonista de um videoclipe.

Belfort é o astro de um clipe da banda Metal Nobre, que resolveu homenagear o lutador no vídeo da canção “Guerreiro de Deus”. O grupo é veterano, formado em 1997, e junta o peso do estilo com letras de temática cristã, como esta, do álbum “Alta Voltagem”, de 2008.

O lutador carioca é evangélico e se converteu à religião após a o desaparecimento de sua irmã, que até hoje não teve seu paradeiro esclarecido.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Evangélico, Vitor Belfort é homenageado em videoclipe de banda de heavy metal cristão

5 Comentários

  1. Ana Paula disse:

    Jesus is the number one . yaaah =D

  2. Will Filho disse:

     Será que ele vai usar como tema nas suas entradas? Metal Nobre, kkk, me lembra os tempos que eu era “expulso” dos louvores da igreja quando tocava com a banda “Extermínio do Mal”, kkkkk, bons momentos!

  3. Neemias Felix disse:

    Essas lutas são violentas. O sujeito sai com o nariz quebrado, cortes no rosto, orelha arrebentada, sangrando, corre o risco de adquirir Mal de Parkinson, como o antigo Cassius Clay, viver sonado a vida inteira e até morrer.Certamente Jesus não aprovaria um absurdo desses e mandaria o sujeito ganhar o pão com o suor de seu rosto, não com o sangue transbordante dos ignorantes que estupidamente chamam essa coisa de “esporte”. Ora, tenha paciência!

  4. Neemias Felix disse:

    Essas lutas são violentas. O sujeito sai com o nariz quebrado, cortes no rosto, orelha arrebentada, sangrando, corre o risco de adquirir Mal de Parkinson, como o antigo Cassius Clay, viver sonado a vida inteira e até morrer.Certamente Jesus não aprovaria um absurdo desses e mandaria o sujeito ganhar o pão com o suor de seu rosto, não com o sangue transbordante dos ignorantes que estupidamente chamam essa coisa de “esporte”. Ora, tenha paciência!

Deixe o seu comentário