Testemunha diz que Berlusconi pedia para stripper se vestir de Ronaldinho Gaúcho

Imane Fadil, stripper que acusou Silvio Berlusconi de ter pedido uma fantasia de Ronaldinho Gaúcho

Publicado no UOL Esporte

Ex-primeiro-ministro da Itália e dono do Milan, Silvio Berlusconi é acusado de manter relações sexuais com prostitutas menores de idade. Nesta segunda-feira, uma testemunha do processo disse que participou das festas privadas do político e que certa vez presenciou uma stripper brasileira fantasiada de Ronaldinho Gaúcho, com direito a máscara imitando o atual camisa 10 do Flamengo.

A informação foi publicada pelo jornal italiano Corriere della Sera, que diz que a declaração foi dada durante o julgamento do caso. Além do fetiche inusitado com o jogador de futebol, Berlusconi também teria pedido que duas outras strippers se vestissem de freiras.

As acusações são da marroquina Imane Fadil, que teria servido Berlusconi em uma das festas que ajudaram a tirar o político da chefia do governo italiano. Ela diz ter recebido até 5 mil euros pela participação em uma das reuniões e deu detalhes sobre o funcionamento do esquema.

Segundo Fadil, Berlusconi pediu que ela “não se ofendesse” com a quantia paga em dinheiro por ele. A stripper também revelou ter sofrido pressão de pessoas ligadas ao ex-chefe de estado italiano, cujo envolvimento no escândalo sexual tornou-se público com o caso de Ruby “Rouba-corações”.

Apesar de toda a pressão criada pelo episódio, Berlusconi seguiu como primeiro-ministro da Itália até meados do ano passado, quando a crise econômica se agravou no país. O dono do Milan, ex-clube de Ronaldinho Gaúcho, deve depor no mesmo processo até a conclusão do mesmo.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Testemunha diz que Berlusconi pedia para stripper se vestir de Ronaldinho Gaúcho

Deixe o seu comentário