Pessoas menos religiosas tendem a ser mais generosas, diz estudo

Publicado por Veja

Estudo da Universidade da Califórnia envolveu 1.600 adultos nos EUA

De acordo com a pesquisa, os menos religiosos baseiam o sentimento de generosidade na ligação emocional que estabelecem com os outros. Os religiosos, por outro lado, são mais ligados à doutrina e às relações de reputação e identidade com a comunidade (Hemera/ThinkStock)

“A pesquisa sugere que embora pessoas menos religiosas tendam a ser menos confiáveis nos Estados Unidos, quando sentem compaixão, elas podem estar mais abertas a ajudar estranhos do que pessoas mais religiosas”

Robb Willer – psicólogo, Universidade de Berkeley

Crentes podem não ser tão “bons samaritanos” quanto ateus e agnósticos. É o que sugere um estudo desenvolvido na Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos. Publicado no periódico Social Psychological and Personality Science, o artigo afirma que pessoas menos religiosas tendem a ser mais sensíveis às necessidades de um estranho.

O experimento foi realizado em três etapas. Na primeira, os cientistas analisaram dados de uma enquete americana de 2004 entre 1.300 adultos. A análise mostrou que as pessoas menos religiosas eram mais caridosas do que os mais crentes.

No segundo experimento, 101 adultos americanos assistiram a imagens de crianças muito pobres. Em seguida, os participantes receberam moedas falsas e foram instruídos a doar uma quantidade qualquer a um estranho. Novamente, os menos religiosos mostraram-se mais caridosos e doaram valores maiores.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: My Brother’s Keeper? Compassion Predicts Generosity More Among Less Religious Individuals

Onde foi divulgada: revista Social Psychological and Personality Science

Quem fez: Lara Saslow, Robb Willer, Dacher Keltner, Matthew Feinberg, Paul Piff, Katharine Clark, Sarina Saturn

Instituições: Universidade da Califórnia, Universidade do Colorado, Oregon State University

Dados de amostragem: 1601 adultos

Resultado: Pessoas menos religiosas tendem a ser mais generosas com estranhos do que as mais fervorosas.

“As imagens tiveram um grande efeito na generosidade dos menos crentes”, disse o psicólogo Robb Willer, da Universidade de Berkley, coautor do estudo. “Mas não modificou de maneira significativa a generosidade dos participantes mais religiosos.”

No último experimento, mais de 200 alunos universitários tinham que dizer quão compassivos estavam se sentindo no momento. Em seguida, participaram de jogos em que precisavam decidir se compartilhariam dinheiro com um estranho ou se guardariam para si.

Em uma rodada, os jogadores eram informados que haviam recebido doação de outro participante. Os agraciados tinham liberdade para decidir se recompensariam o doador devolvendo parte do dinheiro. Aqueles que haviam declarado baixa religiosidade e alta compaixão estiveram mais propensos a devolver parte do dinheiro recebido por um estranho do que os outros participantes do estudo.

De acordo com os autores, os menos religiosos apoiam a generosidade e a caridade na força da ligação emocional que estabelecem com um estranho. Já os mais religiosos parecem basear a generosidade menos na emoção e mais na doutrina e na identificação com a comunidade.

dica do Vantuir Rodrigues

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Pessoas menos religiosas tendem a ser mais generosas, diz estudo

1 Comentário

  1. Paula disse:

    claro, procuram olhar a sua volta, enxergando as pessoas e não somente pra cima, procurando Deus….

Deixe o seu comentário