Estamos vivendo um surto de canibalismo?

Editora Globo

Publicado originalmente pela revista Galileu

Na semana passada, foram noticiados casos de canibalismo que escandalizaram o público – todas as notícias brincavam com um possível “apocalipse zumbi”. Um cara comeu o rosto de outro sujeito em Miami. Em Nova Jersey, teve gente que jogou seus próprios intestinos em policiais e, em Maryland, um homem matou seu colega de quarto e, depois, se alimentou com o cérebro dele. E, aqui no Brasil, tivemos o famoso caso da empadinha de carne humana de Pernambuco.

Mas apesar disso tudo parecer – e ser – realmente bizarro, o canibalismo não entrou na moda de repente. Pessoas se alimentam uma das outras mais regularmente do que imaginamos. O que aconteceu é que, depois do caso impressionante de Miami, os jornais e todo o resto do mundo passaram a prestar mais atenção nessas ocorrências.

Não acredita? O pessoal da New York Mag resolveu provar essa teoria e juntar casos de canibalismo que aconteceram só nos últimos seis meses. Confira, com o perdão do trocadilho, se tiver estômago para isso:

25 de maio – Na China, um homem foi detido por assassinar uma dúzia de jovens, cortar seus corpos em pedacinhos e vender a carne para consumidores inocentes.

8 de maio – Um político suíço ofereceu a canibais a mãe e a filha de um amigo que estava passando por um divórcio complicado. Como ter a família devorada ia ajudar o sujeito, nós não sabemos.

14 de abril – Aqui no Brasil, a polícia prendeu três pessoas, acusadas de rechear empadas com carne humana, em Pernambuco.

7 de abril – Na Inglaterra, um idoso de 79 anos matou sua mulher, comeu parte dela e foi encontrado pela polícia sentado em sua cadeira de balanço, coberto em sangue.

27 de março – A polícia russa prendeu um sujeito acusado de matar seis pessoas e comer seus corações e fígados.

26 de março – Também na Rússia, um cara matou seu amigo em uma festa, após a vodka ter acabado. Depois admitiu ter cortado sua carne, comido um pedaço, e vendido o resto para açougues como se fosse carne de porco.

24 de março – Gangsters sérvios mataram um “traidor” com pancadas de martelo, depois cozinharam o sujeito e fizeram um banquete.

27 de janeiro – Nos EUA, um assassino foi preso e admitiu ter comido parte do cérebro e o olho de sua vítima.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Estamos vivendo um surto de canibalismo?

Deixe o seu comentário