Pesquisa: 47% dos cariocas entre 60 e 75 anos têm vida sexual ativa

"É uma geração que foi transgressora na juventude e muito responsável na fase adulta", diz diretora do instituto que realizou a pesquisa

Giuliander Carpes, no Terra

47% dos cariocas que têm entre 60 e 75 anos possuem vida sexual ativa, revela o estudo Riologia, que pretende traçar os perfis de 10 grupos de pesquisa que refletem o renascimento do Rio de Janeiro. As pessoas da faixa de idade, que estão sendo chamadas pelos organizadores do estudo como Geração A, foram escolhidas para dar início à divulgação dos resultados.

“Resolvemos chamá-los de geração A porque essas pessoas são agitadas, ativas, animadas e querem fazer tudo agora”, afirma Tatiana Soter, diretora da agência de publicidade Quê, uma das promotoras da pesquisa. Ela começou pelo Rio de Janeiro porque os organizadores acreditam que a cidade atualmente está “exportando” comportamento, mas os organizadores acreditam que seus resultados refletem o que está acontecendo em todo o País.

A geração A abrange 62% das pessoas na faixa de idade estudada. A pesquisa revelou outros dados surpreendentes sobre o grupo, como o fato de que 26% dessas pessoas possuem contas no Facebook ou no Orkut, 33% moram sozinhos e 71% são provedores de família.

“É uma geração que foi transgressora na juventude e muito responsável na fase adulta. Essas pessoas são tudo que a gente achava que elas não eram”, admite Adriana Hack, diretora do instituto de pesquisa Casa 7, que realizou o estudo com 2700 pessoas e usou até uma Kombi personalizada como sala de pesquisa ambulante. “Elas rejeitam rótulos e não se sentem bem representadas na mídia.”

Os pesquisadores realizaram um evento com “ícones” da chamada geração A, como o surfista profissional Rico de Souza, a atriz Nicette Bruno e o colunista do jornal O Globo Ancelmo Góis. “É óbvio que envelhecer é uma m… É melhor ter energia que não ter. Mas eu acho que este estudo mostra uma postura fantástica das pessoas, a postura de não se entregar”, diz Ancelmo. “Não importa se você tem 8, 50 ou 80, o importante é se situar na vida. Eu projeto realizações”, conta Nicette.

Ainda serão divulgados este ano dados sobre outros quatro grupos de pesquisa: os novos universitários (79% dos estudantes entre 24 e 38 anos que pertencem à classe C e estão se formando), os novos adolescentes (46% dos cariocas entre 13 e 17 anos, que têm os pais separados), novos esportistas ( 47% dos cariocas entre 18 e 30 anos) e os novos solteiros (27% dos cariocas entre 30 e 50 anos das classes A e B). Os outros cinco grupos ficarão para 2013.

Foto: Getty Images

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Pesquisa: 47% dos cariocas entre 60 e 75 anos têm vida sexual ativa

Deixe o seu comentário