Karl Marx virou cartão de crédito

Do UOL

O filósofo alemão que construiu as bases teóricas do comunismo, Karl Marx, agora estampa um dos símbolos cotidianos do capitalismo: o cartão de crédito. O banco alemão Sparkasse, da cidade de Chemnitz (antes chamada de Karl-Marx-Stadt) passou a fazer um cartão de crédito que traz um busto de bronze de Marx como ilustração.

A imagem foi escolhida numa eleição online feita pelo banco. No total, havia dez imagens para serem escolhidas, incluindo o escudo de um time de futebol local e construções históricas. A imagem de Marx, vencedora na eleição, é de um busto de sete metros de altura que ainda está de pé no centro da cidade.

Cidade mudou de nome após queda do Muro de Berlim

Depois da queda do Muro de Berlim (1989), que separava a Alemanha em dois países diferentes -o comunista, a leste, e o capitalista, a oeste-, a cidade mudou de nome e de regime.

Chemnitz foi arrasada durante a Segunda Guerra Mundial (1939-45) e reconstruída como uma cidade-modelo do socialismo, recebendo, então, o nome de Karl-Marx-Stadt. Na Alemanha Oriental toda, as notas de 100 marcos tinham a figura de Marx. Isso mudou depois da queda do Muro.

Com a volta do capitalismo, a cidade voltou a se chamar Chemnitz, mas desde então tem enfrentado uma depressão econômica, e sua população encolheu 20%. Agora, parece haver uma certa nostalgia dos tempos comunistas. O busto de Marx teve mais de um terço dos votos.

Nostalgia da Alemanha comunista

A Alemanha Oriental tinha pouca liberdade individual, mas, para os saudosistas da época, havia emprego garantido e bem-estar social. Segundo relata a agência de notícias Reuters, essa tendência nostálgica não ocorre só na cidade.

“Temos recebido pedidos até mesmo de clientes da Alemanha Ocidental para saber se podem abrir uma conta local conosco e obter um cartão com a face de Marx, disse à Reuters o porta-voz do banco, Roger Wirtz.

(Com informações da Reuters)

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Karl Marx virou cartão de crédito

Deixe o seu comentário