Bíblia trancada na Câmara de Caruaru gera debate sobre símbolos cristãos em repartições públicas

Jénerson Alves, para o Pavablog

Uma sala fechada tornou-se motivo de uma discussão no Parlamento Jovem da Câmara de Vereadores de Caruaru-PE (PJC). Explicando melhor: a Bíblia Sagrada estava trancada nessa tal sala interna da Casa Legislativa. Por isso, no início da reunião do Parlamento (ocorrida na noite da quarta-feira 4), a leitura do Salmo ocorreu mediante um pedaço de papel.

Após esse fato, o parlamentar jovem Jefferson Silva (PMDB) discursou solicitando que fosse providenciado um exemplar da Bíblia para a sessão seguinte. Entretanto, a também vereadora jovem Joana D’arc Figueiredo (representante do Movimento Estudantil Superior) levantou questionamento sobre a utilização de símbolos cristãos no plenário, já que o Brasil é um país laico. “Se é para beneficiar uma religião, então que beneficie a todas. Imagine se eu não fosse cristã e seguisse alguma denominação religiosa que não se orienta pela Bíblia Sagrada? Certamente iria sentir-me excluída cada vez que estivesse no plenário”, discursou.

Outros vereadores juvenis participaram do debate, chegando a argumentar que a leitura do texto sagrado cristão faz parte do regimento interno da Casa, gerando ainda mais polêmicas. No entanto, a discussão ganhou ainda mais calor quando o vereador Cleyton Feitosa, ligado ao movimento LGBT, ressaltou que o grupo padece por causa de “preconceito” dos religiosos, citando, inclusive, a bancada evangélica do Congresso Nacional como responsáveis por barrar projetos que visem a diminuir a discriminação por conta da condição sexual. Feitosa, todavia, foi contestado pelo edil Carlos André dos Santos (PSC), que também é evangélico, o qual também apontou que o representante do movimento gay incentiva a população a não votar em evangélicos, através de postagens nas redes sociais.

Parlamento Jovem

O Parlamento Jovem Caruaru (PJC) foi criado no último mês de maio e é composto por 15 entidades, dos mais diversos partidos políticos e segmentos da sociedade civil no município. consiste na eleição de jovens vereadores – que, mesmo sem poder de definição, fomentam a discussão política no lugar.

A foto é da vereadora jovem Joana D’arc Figueiredo. O crédito da foto é de Vladimir Barreto, fotógrafo da Secretaria de Comunicação da Câmara de Caruaru.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Bíblia trancada na Câmara de Caruaru gera debate sobre símbolos cristãos em repartições públicas

Deixe o seu comentário