1/5 das páginas da web leva usuário ao Facebook

Nayara Fraga, no Radar Tecnológico

Vinte e dois por cento das páginas da web contêm URLs que direcionam o usuário para o Facebook, segundo análise do pesquisador Mathew Berk. Acrônimo para Uniform Resource Locator, URL é o endereço de um recurso disponível em uma rede, como o endereço para chegar a este post ou o endereço de um post da editoria de Economia&Negócios no Facebook.

Com a ajuda de uma ferramenta para coletar informações na web chamada Commom Crawl, o pesquisador examinou 1,3 bilhão de URLs neste ano e descobriu que 242 milhões delas são de páginas que levam o usuário à rede social de Mark Zuckerberg. “Estabelecer conexões sociais não está relacionado apenas a pessoas: tem a ver com interconexões entre conteúdos estruturados, entidades e pessoas”, diz Berk em seu site.

O uso do Facebook por meio de outros sites também foi revelado no estudo: 7,6% das páginas continham ferramentas que permitem a interação com o Facebook sem sair delas. Exemplo disso são os botões “curtir” que aparecem em notícias publicadas em sites ou blogs. Quando clicados, eles costumam gerar uma janela pop-up do Facebook, e o usuário pode fazer o login na rede social e comentar o que está curtindo sem sair da notícia.

Para Berk, o resultado de sua pesquisa mostra que a web passa por uma momento de transformações no qual as páginas da web em si estão perdendo espaço para as conexões geradas entre elas. Páginas no Facebook, perfis no LinkedIn e artigos na Wikipedia estão conectados uns aos outros e às pessoas por meio de conexões significativas, como “curtiu”, “trabalhou com”, “recomendou”, explica. Ele descreve esse novo momento como “a web de ponta-cabeça”.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for 1/5 das páginas da web leva usuário ao Facebook

Deixe o seu comentário