Nokia diz estar satisfeita com campanha “Perdi meu amor na balada”

Perdi_meu_amor.jpg
Imagem de um dos vídeos da campanha “Perdi meu amor na balada”

João Varella, no site da IstoÉ Dinheiro

A Nokia diz estar feliz com a repercussão da campanha “Perdi meu amor na balada”, que recebeu uma onda de comentários negativos nesta terça-feira, 17, dia em que a empresa revelou que a série de vídeos se tratava de uma ação para promover um celular. Em entrevista à DINHEIRO, a diretora de marketing da Nokia no Brasil, Flavia Molina, disse que a polêmica já era esperada. “A inovação traz polaridades e esse celular tem muitas inovações”, afirmou Flavia.

A campanha publicitária foi iniciada no dia 10 deste mês. Nela, Daniel Alcântara, amigo de um dos sócios da agência Na Jaca, autora da campanha, pedia ajuda para encontrar Fernanda. Alcântara alegava ter perdido o telefone da garota que havia conhecido em uma balada de São Paulo. Desde o princípio, muitos usuários suspeitavam que se tratava de uma publicidade viral, que conta com a repercussão da peça nas redes sociais a partir do engajamento dos usuários. Porém, houve casos de usuários que se comoveram e ajudaram na suposta busca fictícia de Alcântara.

Questionado sobre o assunto em seu perfil no Facebook e por veículos da imprensa, Alcântara negou que se tratava de ublicidade. “Fazia parte do script que ele mantivesse o personagem durante essa semana”, afirmou Flavia.Segundo a diretora de marketing da Nokia, uma coisa que não estava no roteiro da campanha era a ampla repercussão . “Não esperávamos que tivesse tamanha repercussão”, diz. “Tivemos 500 mil visualizações [do vídeo] em pouco tempo, o que foi assustador, no bom sentido”. Flavia revelou estar “celebrando uma conquista” ,com a repercussão da campanha. “Geramos engajamento por chegartocar as pessoas com uma história romântica, algo que tocasse de alguma maneira”, diz. O objetivo da Nokia é atingir jovens das classes A, B e C com essa campanha.

Já a professora de redes sociais da ESPM-SP Liliane Ferrari diz que a empresa teve forte repercussão negativa por ter deixado algumas brechas em sua estratégia. “Hoje para uma ação viralizar precisa ser milimetricamente construída. O vídeo ficou pasteurizado, o texto muito marcado, faltou dar mais alma pra coisa ser crível pra valer”, afirmou.

Aspectos técnicos

O celular que a Nokia está promovendo com a campanha “Perdi meu amor na balada” é o Pure View 808. O aparelho custará R$ 2 mil e virá com sistema operacional Symbian, já praticamente abandonado pela fabricante finlandesa. Isso gerou uma grande quantidade de críticas nas redes sociais. Flavia diz considerar difícil comparar o produto com qualquer outro disponível no mercado, pois ele conta com uma câmera fotográfica de 41 megapixels, resolução que nenhum outro aparelho tem. “A Nokia realmente anunciou que iria descontinuar o Symbian, mas essa tecnologia estava sendo pesquisada e desenvolvida antes”, afirma. “A linha Lumia vai receber no futuro a tecnologia Pure View, que não está disponível nem em câmeras digitais”, afirma Flavia.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Nokia diz estar satisfeita com campanha “Perdi meu amor na balada”

Deixe o seu comentário