Que negócio é esse?

Ariovaldo Ramos, no Facebook

Mestre, você poderia orar pelo meu negócio? Perguntou o empresário

Não! Eu só tenho autorização para orar pelos negócios do Senhor Jesus. Respondeu o Mestre.

Mas, que negócio tem Jesus? Questionou o empresário.

Jesus tem, ou deveria ter, o negócio que você chama de seu. Disse o Mestre.

Como assim? Inquiriu o empresário.

Quando você entregou a vida para o Senhor, entregou tudo o que, até então, você entendia como seu. Logo, você não tem mais nada, Jesus é o Senhor de tudo, e tudo o que você pensava ser seu, agora, você administra para Jesus. Arrematou o Mestre.

E o que isso significa? argüiu o empresário.

Que esse negócio é, agora, plataforma para que a Palavra do Pai seja espalhada, como o barco de Simão, na primeira pesca maravilhosa, serviu de púlpito para Jesus. Que esse negócio é para que haja mantimento para os irmãos, porque quem ora: o pão nosso de cada dia, se oferece para ser uma das padarias de Deus, para o sustento de todos. Que esse negócio é meio de Deus investir na expansão do seu reino, e de garantir, por meio da geração de emprego, a sobrevivência das pessoas, de modo geral. Que você tem de fazer do jeito de Jesus, como Simão, depois de uma noite de trabalho infrutífero, contra toda a experiência e evidência, levou o barco para onde Jesus orientou e jogou a rede por obediência a Jesus.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Que negócio é esse?

Deixe o seu comentário