Estudo mostra que e-mail toma quase 30% do tempo de trabalho

Ismael do Anjos, no blog Tendências

Aparentemente, o e-mail é o mais novo vilão quando o assunto é perda de tempo no trabalho. De acordo com uma pesquisa divulgada pelo McKinsey Global Institute, os americanos gastam, em média, 28% das horas trabalhadas lidando com mensagens e spams que lotam as caixas de correspondência eletrônica.

Levando em conta uma jornada normal, de oito horas de trabalho, isso significa que mais de duas horas por dia são dedicadas somente aos e-mails. Outro dado importante do levantamento: se, ao invés de boicotar, as empresas investissem no uso de redes sociais para comunicação interna, o montante de tempo perdido seria reduzido entre 25 a 30%.

Pelo menos em tese, isso significaria mais tempo dedicado para o trabalho em si. E aí, você acha que isso funcionaria na vida real? Será que seu chefe topa?

Via Mashable

foto: Getty images

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Estudo mostra que e-mail toma quase 30% do tempo de trabalho

Deixe o seu comentário