Procura-se pastor nos classificados

Tom Fernandes, no Pequenos Dramas

Hoje, enquanto pesquisava os preços de automóveis no jornal O Popular (edição de 9 de agosto de 2012), eu e a moça nos deparamos com este anúncio.

Cheguei a duvidar do anúncio, talvez uma piada sem graça de alguém confundindo ateísmo com intolerância religiosa, mas o trecho “que ama as ovelhas” me deu a esperança de que seja apenas um pastor realmente sem outra escolha para conseguir ajuda em seu ministério no interior de Goiás.

Daí fiquei a pensar: procurar um pastor nos classificados deve ser a última opção de um pastor desesperado? Apenas orar e esperar que Deus lhe traga o cordeiro bastariam? Com tantos pastores despreparados que conheci pessoalmente ao longo dos meus dezoito anos de vida cristã, alguns formados por seminários e institutos teológicos, mas igualmente despreparados, onde encontrar um pastor disposto a ir para uma pequena cidade do interior?

Nos últimos quatro anos, acompanhei a corrida de vários pastores em busca de abrir igrejas em capitais, principalmente no litoral brasileiro, mas não vi o mesmo entusiasmo em ir para pequenos rincões.

Triste momento da igreja brasileira em que milhares de pessoas preferem viver sua fé longe das instituições (eu, inclusive) e, principalmente, triste momento em que um pastor precisa recorrer aos classificados de um jornal para conseguir ajuda em seu ministério.

p.s.: Sei que o anúncio pode ser um chiste, uma trollagem ou coisa parecida (pela quantidade de linhas, terá custado cerca de R$ 100,00 o anúncio), mas ainda assim considero válida a reflexão.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Procura-se pastor nos classificados

Deixe o seu comentário