Hábito de adiar tarefas pode provocar doenças

Gabriel Coelho conseguiu reoganizar o tempo e sente as diferenças: agora planeja tudo com antecedência Foto: Reprodução

Thamyres Dias, no Extra

Quantas vezes você ligou o computador para procurar um documento e, horas depois, ainda estava lá, navegando, sem lembrar o que ia fazer? Ou deixou de arrumar a gaveta do escritório até que a bagunça o impedisse de encontrar sequer uma caneta? Com dias cada vez mais agitados, a procrastinação — ou hábito de adiar tarefas — passou a fazer parte da vida de homens e mulheres. Sem conseguir organizar o tempo, as pessoas acabam sobrecarregadas e com a sensação de que deixaram coisas importantes para trás.

— A constatação de que não se é capaz de dar conta de tudo gera uma enorme frustração e acaba provocando sintomas como cansaço excessivo, baixa auto-estima e desanimo — afirma a psicóloga do Hospital Rio’s Dor, Maria Helena Rocha.

As consequências vão ainda além. Segundo a especialista, doenças como hipertensão, gastrite, dor de cabeça, ansiedade e depressão podem ter início em uma agenda descontrolada.

— Vejo isso quase diariamente. O interessante é que quando a pessoa adoece e se depara com a necessidade de rever a vida, acaba percebendo que podia ter feito diferente, prestado mais atenção em si, priorizado e se organizado melhor. É como aquela música “Epitáfio”, dos Titãs — conta a psicóloga.

No processo de mudança, alguns truques podem ser bastante úteis, garante o especialista em gestão do tempo, Christian Barbosa.

— Com o volume de informações e as facilidades tecnológicas, perder o foco é muito fácil. Para começar a aproveitar melhor os dias, o primeiro passo é fazer um planejamento e anotar todos os compromissos em um único lugar — diz.

A técnica funcionou para o estudante de Administração Gabriel Coelho, de 24 anos.

— Chegou um momento em que a necessidade de melhorar minha organização foi enorme. Não conseguia dar conta de tudo: trabalho, estudo, namoro, três bandas. Comecei a programar qualquer tarefa numa agenda. Agora, já sei o que vou fazer com uma semana de antecedência — conta.

1- Bloqueie um tempo na agenda Se uma atividade é importante, mas não urgente, marque dia e hora na sua agenda para realizá-la. Reserve como se fosse uma reunião, com hora marcada para começar e terminar. A duração máxima deve ser de três horas.

2- Crie um ritual de execução Pense em algo que o deixe motivado, aumente sua criatividade e te permita concluir rapidamente uma tarefa. Acender incenso? Ouvir música? Tomar café? Cada pessoa precisa desenvolver seu próprio ritual.

3 – Desconecte-se Se não precisa de internet para uma tarefa, descontecte-se! Assim, você não tem o impulso de ficar vendo o Facebook, o e-mail etc. Quem nunca teve a experiência de ligar o computador para uma tarefa rápida e só desligá-lo horas depois, sem ter feito nada útil?

4 – Pondere os pontos positivos e negativos Na dúvida sobre o que deve ser prioridade, escreva em uma folha de papel o que pode acontecer de positivo e de negativo se você não fizer cada tarefa. Assim, fica mais fácil eleger o que pode ser adiado.

5 – Execute pequenas atividades Experimente começar o dia fazendo coisas menores, de rápida conclusão. Isso com certeza te dará energia para as atividades mais complexas e demoradas.

6 – Recuperando as forças Não ignore o cansaço. Se sua energia estiver prejudicada, você fica indisposto, sem vontade, seu cérebro não pensa do jeito que deveria. Estabeleça rituais de recuperação, algo que dê um gás quando você estiver exausto.

7 – Deixe um horário para imprevistos Interrupções e emergências acontecem na vida de todo mundo. Ao planejar sua semana, deixe espaços para esses imprevistos. Nunca lote sua agenda com tarefas.

8 – Uma coisa de cada vez Proiba-se de fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo. Precisou interromper uma tarefa? Conclua a outra mais urgente e só depois volte para a anterior. Quem tenta fazer tudo ao mesmo tempo, perde de 10 a 15% do tempo.

9 – Defina objetivos O que você quer ganhar com uma organização do tempo? Ficar mais perto do seu filho? Ser promovido no trabalho? Em quanto tempo? Traçar metas e estudar recompensas traz motivação para o processo.

10 – Saiba pedir ajuda Se nada der certo, considere conversar com um amigo, chefe ou psicólogo. Existem fatores bloqueadores que estão tão escondidos que não conseguimos lidar sozinhos com eles. O importante é não desistir.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Hábito de adiar tarefas pode provocar doenças

Deixe o seu comentário