Entrevista com Anderson Antunes, o jornalista que fala da web brasileira na Forbes americana

Rosana Herman, em Querido Leitor

South American Way é o nome do blog do jornalista brasileiro e cidadão internacional Anderson Antunes. Seus posts falam de Internet, política e assuntos que envolvem ricos e famosos, especialmente da America Latina. Esta semana seu texto sobre o sucesso instantâneo de Gina Indelicada no Facebook, com depoimentos de seu criador Ricck Lopes, rendeu vinte mil visitas e incontáveis tweets, comentários, likes e shares no Facebook. Ver o Brasil na Forbes, em inglês, com destaque para pessoas com as quais convivemos nas redes de igual para igual parece mexer com a cabeça dos brasileiros

Anderson respondeu às perguntas de uma breve entrevista exclusiva para o Querido Leitor. Espero que você goste. Com você, o jornalista que odeia rotina e ama pianistas, Anderson Antunes, ou @andersonthinks

QL:>A marca Forbes é mundialmente respeitada, um sobrenome poderoso para todo jornalista. Como é sua relação de trabalho assinando um blog no site da Forbes? Você tem total liberdade como colunista, faz suas próprias pautas? Existe um compromisso de posts por mês?

Anderson Antunes:> Minha relação com a Forbes começou em 2005, quando comecei a fazer parte da equipe que elabora a lista das celebridades mais poderosas do mundo. Em seguida, comecei a contribuir também com os responsáveis por outras listas, como a dos bilionários, levantando informações sobre os ricos do Brasil. No ano passado, a Forbes decidiu dar mais atenção aos BRICs, e então fui convidado para escrever um blog sobre o Brasil e região. Tenho total liberdade pra falar sobre o que quero, na maioria das vezes sou eu quem escolho as pautas, mas os assuntos precisam ser financeiramente relevantes, já que a Forbes é uma revista de economia e negócios. Por contrato, eu preciso escrever no mínimo cinco posts por mês, mas estou tentando ser mais ativo no blog. Além da internet, escrevo para a edição impressa da Forbes dos Estados Unidos e de outros países (inclusive da recém-inaugurada Forbes Brasil), por isso viajo bastante e nem sempre sobra tempo.

QL:>Seus textos cobrem pessoas e acontecimentos que se destacam na América Latina, especialmente no Brasil. Além de figuras famosas da política, esporte, moda, você também está sempre ligado nos acontecimentos das redes sociais. Essas histórias de sucesso de pessoas comuns que criam memes, virais e ganham destaque na Internet brasileira é uma novidade num mundo de ricos e famosos consagrados?

Anderson Antunes:>Eu não diria que é uma novidade, mas é algo característico da internet brasileira. Nos EUA isso acontece também, mas aqui o mercado de mídia é tão grande que as pessoas por trás desses memes acabam não se destacando como acontece no Brasil. Os brasileiros são muito ativos nas redes sociais, sobretudo no Facebook e no Twitter, onde geralmente há assuntos relacionados ao Brasil nos TTs. Isso chama atenção dos estrangeiros, sobretudo agora que existe um olhar mais atento sobre tudo que acontece no Brasil.

QL:>Como os americanos vêem os assuntos ligados ao Brasil? Existe interesse dos americanos ou os leitores são primordialmente brasileiros?

Anderson Antunes:>O blog é visitado por gente do mundo inteiro, na maioria americanos e europeus. Mas os brasileiros são presença constante, também. O leitor americano da Forbes se interessa mais sobre assuntos ligados aos bilionários, sobre as grandes empresas do Brasil. E histórias de sucesso. Hoje eles prestam mais atenção no Brasil, que está mais presente no noticiário internacional. E estão mais bem informados do que no passado. Já os brasileiros, de uma maneira geral, gostam de ser notícia no exterior, desde que seja por algo bom. Caso contrário, eles ficam bastante irritados, principalmente quando descobrem que o autor do eventual texto que eles não gostaram é brasileiro.

Confira a entrevista completa aqui.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Entrevista com Anderson Antunes, o jornalista que fala da web brasileira na Forbes americana

Deixe o seu comentário