65% dos usuários preferem morrer a ficar sem smartphone

O vício do smartphone

Publicado originalmente no Adnews

Os smartphones fazem parte do nosso cotidiano, ajudam na organização, no trabalho, no lazer e a socializar. Mas até que ponto a praticidade passa dos limites e se torna vício? Ou como diriam os usuários mais devotados uma “necessidade”?

Uma pesquisa realizada pela Gazelle.com revelou dados surpreendentes, como, por exemplo, 15% dos entrevistados preferem ficar sem fazer sexo por um fim de semana a passar alguns dias sem o seu “aparelho inteligente”, 4 % dos questionados admitiram que já usaram o smartphone enquanto estavam tendo relações íntimas, 40% preferem ficar sem tomar banho a deixar de usar o smartphone,  e surpreendentes 65% afirmaram que preferem morrer a ficar sem.

O portal educativo OnlineColleges montou um infográfico com esses dados, mostrando que estamos cada vez mais dependentes dos nossos smartphones.

Confira o Infográfico:


As informações são do Mashable.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for 65% dos usuários preferem morrer a ficar sem smartphone

Deixe o seu comentário