Decálogo contra o “voto de cajado”

 

DECÁLOGO CONTRA O “VOTO DE CAJADO”Paulo Nascimento, na Novos DiálogosDedicado especialmente aos amigos pastores.I. Não usarás do vosso poder pastoral para guiar a consciência dos fiéis, como um rebanho de idiotados, em benefício de qualquer candidato.

II. Não usarás as Sagradas Escrituras de forma capciosa, a fim de legitimar a candidatura de uns e demonizar a candidatura de outros.

III. Não venderás a tua consciência a candidato algum, em troco de recompensas materiais feitas à tua congregação.

IV. Não permitirás que teu púlpito deixe de ser plataforma de anúncio do Evangelho, para ser plataforma de propaganda partidária e eleitoreira, em tempo algum.

V. Não coagirás nem ameaçarás teus pastoreados que manifestarem inclinações políticas diversas das tuas.

VI. Reforçarás em todo tempo a total liberdade de consciência de teus pastoreados, em matéria de religião e política, ou em qualquer outra coisa.

VII. Instigarás tua congregação à ampliação sempre constante da consciência política, antes, durante e depois das eleições.

VIII. Auxiliarás os teus pastoreados a perceberem que a ação política é muito maior que o voto, estendendo-se a ações individuais, associativas, comunitárias, de movimentos sociais, e que tais ações são tão potentes quanto o voto para as mudanças que todos desejam para a pólis.

IX. Conduzirás tua congregação de um modo que a mesma seja politicamente pertinente na comunidade onde está inserida.

X. Terás vergonha na cara em todo o tempo, também nos tempos de eleição.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Decálogo contra o “voto de cajado”

Deixe o seu comentário