Jovens americanos acham o Facebook mais estimulante do que sexo

Lu Galastri, na Galileu

Uma pesquisa, feita pela Universidade de Chicago, sugere que jovens americanos ficam mais tentados a entrar no Facebook e no Twitter do que a responder suas necessidades sexuais. É isso mesmo – fuçar no perfil das pessoas pode ser mais tentador e estimulante do que o ato sexual em si.

Para chegar a essas conclusões, cientistas entrevistaram 250 universitários e descobriram que a preferência vem da facilidade das mídias sociais. Segundo eles, o apelo do Facebook é comparável ao de uma janela – você não consegue ficar sem olhar por muito tempo, já que está lá ao seu lado, fácil. Já a vida sexual seria mais trabalhosa.

Além disso, quanto mais tempo os entrevistados ficavam sem usar redes sociais maior era sua urgência de retornar, sua vontade de olhar pela janela.

Você conhece gente que realmente se comporta assim? Sente que vive demais em suas redes sociais? Deixe sua opinião nos comentários.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Jovens americanos acham o Facebook mais estimulante do que sexo

Deixe o seu comentário