Vereador paulistano eleito com apoio da Bola de Neve e Renascer pode ser expulso do partido por fraude

Santinho de Tuma que não foi autorizado por Montoro
Santinho de Tuma que não foi autorizado por Montoro

Thais Bilenky, na Folha de S.Paulo

O ex-deputado estadual tucano Ricardo Montoro, filho de um dos fundadores do PSDB, André Franco Montoro (1916-1999), mandará hoje carta à executiva paulistana da sigla pedindo “punição máxima” de um correligionário.

Montoro acusa o vereador eleito Eduardo Tuma (PSDB)de “falsidade ideológica” por ter distribuído 10 mil santinhos com sua foto e declaração de voto, sem autorização.

Eduardo é sobrinho do ex-senador Romeu Tuma (PTB), morto em 2010.

Para Montoro, o julgamento do mensalão no STF (Supremo Tribunal Federal) torna o caso mais delicado.

“Temos a obrigação moral de dar o exemplo e cortar na própria carne, punindo com rigor os incapazes de respeitar princípios básicos da ética”, diz o tucano na carta dirigida ao presidente municipal da sigla, Julio Semeghini.

“Se não admito o mensalão, como vou admitir o mentirão?”, afirmou Montoro à Folha. Voluntário na campanha de José Serra (PSDB) à prefeitura paulistana, ele disse que não declarou apoio a nenhum candidato a vereador e que quer a expulsão de Tuma.

Semeghini disse, por meio de sua assessoria, que comentará o conteúdo somente após receber o documento.

O secretário do Meio Ambiente, Bruno Covas (PSDB), também foi “alvo” de santinhos não autorizados, mas afirmou que se trata de “assunto interno do partido” e não quis dizer quem era o autor.

No último dia 4, ele disparou um comunicado esclarecendo que não autorizava qualquer cavalete, panfleto ou carta assinada por ele dizendo “Bruno Covas Vota”.

No YouTube, há um vídeo intitulado “Bruno Covas apoia Eduardo Tuma”, em que o secretário pede “ajuda e votos” para ele e para Serra.

A assessoria de Eduardo Tuma disse que procuraria o vereador eleito para que ele se posicionasse sobre o assunto, mas depois não respondeu às ligações da reportagem.

dica do Anderson Santos

santinho não autorizado é “demoniozinho”? #dúvidaemCristo

pé direito o ermão, hein… estaremos de olho.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Vereador paulistano eleito com apoio da Bola de Neve e Renascer pode ser expulso do partido por fraude

Deixe o seu comentário