Top da semana

Mauricio Stycer, no UOL

Semana de notícias estranhas, algumas curiosas, outras tristes. Uma mulher usou os seios como arma para tentar matar o namorado. Um jogador brasileiro fez um “gol sujo” e foi criticado pelo próprio técnico. Um militar morreu no dia de seu casamento após cair com um copo dentro do bolso. Em defesa da nudez em público, manifestante fez protesto dentro da Prefeitura de San Francisco.

x
Homem acusa a namorada de tentar matá-lo com os seios

Um morador da cidade de Unna, na Alemanha, acusa sua namorada de tentar sufocá-lo com os seios. Segundo o jornal “Bild”, o rapaz de 34 anos afirma que, depois do sexo, sua parceira sentou sobre seu abdôme e começou a pressionar sua cabeça com toda a força. “Eu não conseguia respirar, fui ficando azul”, disse. Com o que lhe restava de força, o rapaz diz que conseguiu fugir. Ele diz que perguntou a ela por que tentou matá-lo e a resposta teria sido: “para tornar sua morte mais confortável, querido!”.

 

 

Brasileiro desrespeita o fair play e pode ser punido por gol

Atacante do Shakhtar Donetsk, o brasileiro Luiz Adriano envergonhou o próprio clube ao marcar um gol na partida contra o Nordsjælland, pela Liga dos Campeões. Ele se aproveitou de uma bola devolvida aos rivais num lance de fair play e, sem entender por que todo mundo estava parado, marcou o gol. “Luiz Adriano será acusado de violar os princípios de conduta e seu caso será analisado pelo Comitê de Disciplina da Uefa”, informou a entidade. Um dia depois da besteira, o atacante pediu desculpas. Clique e veja o lance.

 

Noivo morre após se ferir com copo durante festa de casamento

O militar Fábio Gefferson dos Santos Maciel, 33, morreu após sofrer uma lesão na veia femoral provocada por um copo, durante comemoração do seu próprio casamento, no Rio de Janeiro. Maciel, sargento da Marinha, comemorava o casamento no Clube Nautilus, quando tropeçou. Com a queda, o copo que estava em seu bolso esquerdo se quebrou, cortando a veia femoral. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do hospital. A família alega que houve negligência por parte das unidades de saúde onde ele foi atendido.

 

x

A liberal São Francisco veta nudez em público

Uma das cidades mais liberais dos Estados Unidos, San Francisco aprovou uma lei que proíbe a nudez em público. Em protesto, manifestantes tiraram a roupa dentro da prefeitura. A medida foi proposta pelo democrata Scott Wiener, representante eleito justamente no bairro Castro, famoso pela sua comunidade gay. Ativistas entraram com uma ação federal, alegando que o projeto viola o direito à liberdade de expressão. A proibição ainda precisa de uma votação final e assinatura do prefeito para entrar em vigor.

 

x
CBF demite o técnico Mano Menezes

A menos de um ano da Copa das Confederações, o técnico Mano Menezes foi demitido do comando da seleção brasileira. Em pouco mais de dois ano, Mano disputou 33 partidas com 21 vitórias, seis empates e seis derrotas (aproveitamento de 69,69%). No entanto, não conseguiu vencer adversários como Alemanha, França e Holanda. E só ganhou da Argentina em disputas sem Messi e as demais estrelas que atuam na Europa. O diretor de seleções da CBF, Andrés Sanchez, disse ter sido “voto vencido” na decisão.

 

x

Mapa vê coincidência em locais de chacina e mortes de policiais

Em meio a uma grave crise, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, confirmou a saída do secretário de Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto. Ele foi substituído pelo ex-procurador-geral Fernando Grella Vieira (foto). O delegado-geral da polícia, Marcos Carneiro Lima, não descarta a participação de policiais em crimes. “Em crimes no passado, as vítimas, antes de serem mortas, tiveram seu atestado criminal pesquisado pela polícia”. Um mapa sobre homicídios levanta suspeita para grupos de extermínio e “retaliação”.

 

x

Macarrão é condenador a 15 anos pela morte de Eliza Samúdio

O réu Luiz Henrique Romão, o Macarrão, 27, amigo de infância e ex-braço-direito do goleiro Bruno Souza, foi condenado pelo Tribunal do Júri de Contagem a 15 anos de prisão pelo sequestro, cárcere privado e morte da modelo Eliza Samudio, ex-amante do atleta, além do sequestro e cárcere de seu filho Bruninho. Ele foi inocentado da acusação de ocultação do cadáver. O julgamento começou com o adiamento, a pedido dos advogados do réu, do júri de Bruno para março de 2013.

 

x
Cachoeira deixa a prisão e relator da CPI pede indiciamento de 46

Preso desde fevereiro, o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, deixou o presídio da Papuda, em Brasília, beneficiado por um alvará de soltura expedido pela juíza Ana Cláudia Costa Barreto. Cachoeira foi condenado a cinco anos de prisão em regime semiaberto pelo envolvimento na operação Saint-Michel. O deputado Odair Cunha (PT-MG), relator da CPI do Cachoeira, propôs no relatório final o indiciamento de 46 pessoas.

 

x
x
Justiça é falha porque age tardiamente, diz Joaquim Barbosa

Primeiro negro a ocupar o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa tomou posse como presidente da Corte, cargo mais alto do Judiciário brasileiro. Em discurso, Barbosa criticou a lentidão da Justiça brasileira. Segundo ele, Justiça que tarda “é Justiça que impacta direta e negativamente sobre a vida do cidadão”. Barbosa também disse que nem todos os cidadãos são tratados da mesma maneira pelo Judiciário.

 

x

x

Gol anuncia fim da Webjet e demissão de 850 empregados

A Gol Linhas Aéreas anunciou o fim das atividades da Webjet, comprada pela empresa em julho de 2011. A Gol também disse que vai cortar mais 850 empregados entre tripulação técnica, tripulação comercial e manutenção de aeronaves. Segundo a empresa, os clientes da Webjet com passagens compradas serão atendidos pela Gol, sem qualquer custo adicional. A Gol concluiu a compra da Webjet em outubro de 2011, por R$ 70 milhões, além de ter assumido dívidas de cerca de R$ 200 milhões.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Top da semana

Deixe o seu comentário