Cinco pessoas que Rafinha Bastos ainda não ofendeu

O humorista Rafinha Bastos durante gravação do programa “A vida de Rafinha Bastos”, do canal a cabo FX Leonardo Soares / Agência O Globo

Publicado originalmente em O Globo

Matheus Souza inventa cartas abertas do comediante para Roberto Carlos, Papai Noel e outras personalidades

1. Carta aberta de Rafinha Bastos para Roberto Carlos

“Roberto, depois de muito tempo, você lança uma música inédita cuja letra tenta resgatar o romantismo e o bom-mocismo. Mas sei que no fundo você está pensando: minhas fãs envelheceram, preciso voltar a conquistar o coração de moças de vinte anos dizendo que sou o cara que elas precisam. Não é isso que está na sua cabeça? Eu sei que é. Eu conheço cabeça de tiozão inconsequente”.

2. Carta aberta de Rafinha Bastos para o Papai Noel

“Ano passado te pedi de presente um novo programa de humor de sucesso. Meu ‘Saturday Night Live’ não emplacou. Começo a desconfiar que você não existe. Mas não se preocupe: para a maioria do país canalha não é aquele que ilude pessoas inocentes com promessas de presentes que nunca chegam, é aquele que fala o que pensa.

Você poderia pelo menos assumir que é impossível presentear todas as pessoas do mundo em uma só noite. Mas é claro que você não vai dizer nada disso.

Você não vai jogar fora toda uma credibilidade construída durante anos de assistencialismo barato no Natal, não é?”.

3. Carta aberta de Rafinha Bastos para Felipe Massa

“Da próxima vez, se não for atrapalhar muito sua vida, não apareça como uma esperança de que o Brasil poderia ter novamente um grande piloto na Fórmula 1. Pega um táxi, seu bosta”.

4. Carta aberta de Rafinha Bastos sobre Madre Teresa de Calcutá

“Sobre ela não tenho como falar mal. Era um exemplo, uma pessoa incrível. De tanta bondade, se transformava em uma mulher linda. Pena que faleceu. Mesmo assim, comeria ela e o caixão”.

5. Carta aberta de Rafinha Bastos para o cozinheiro Jamie Oliver

“Não comeria nada seu”.

“P.S. Aproveito a oportunidade para avisar a todos que, em virtude dos processos da Igreja Católica por causa da minha declaração sobre a Madre Teresa, agora estou vendendo também meu apartamento. Três quartos, uma suíte, duas vagas na garagem, próximo ao metrô. Tratar aqui”.

dica do João Marcos

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Cinco pessoas que Rafinha Bastos ainda não ofendeu

Deixe o seu comentário