Lady Gaga é processada por defender direitos dos gays na Rússia

Publicado na Veja

A cantora recebeu ameaça de prisão durante show realizado neste domingo em São Petersburgo

A cantora Lady Gaga é alvo de processo movido por membro do partido de Vladimir Putin, na Rússia. Gaga é acusada pelo deputado Vitaly Milonov de defender os direitos dos homossexuais durante show em São Petersburgo, neste domingo, e, portanto, infrigir lei municipal que prevê multa para quem fizer “propagandas homossexuais”.

De acordo com a agência de notícia Reuters, o deputado considerou a atitude da cantora agravada pela presença de menores de idade na plateia da apresentação. Milonov teria tentado sem sucesso barrar a entrada de menores de 18 anos no show. Os agentes de Gaga alegam ter sofrido ameaças de prisão e ter que pagar multa de 50 mil dólares caso a cantora desobedecesse a lei anti-gay. A turnê Born This Way Ball tem show previsto para esta quarta-feira em Moscou.

Em recente passagem por São Petersburgo com a turnê MDNA, a cantora Madonna foi ameaçada por autoridades locais de ser multada em 170 dólares caso propagasse a causa gay no palco, ordem que não foi seguida pela cantora. A Justiça russa rejeitou processo apresentado contra Madonna que exigia indenização por danos morais de 10 milhões de dólares por apoiar os homossexuais.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Lady Gaga é processada por defender direitos dos gays na Rússia

Deixe o seu comentário