Papai Noel britânico é suspenso ao dizer que Papai Noel não existe

Papai Noel foi suspenso depois que contou às crianças sobre o massacre ocorrido na escola Sandy Hook (Foto: Reprodução)
Papai Noel foi suspenso depois que contou às crianças sobre o massacre ocorrido na escola Sandy Hook (Foto: Reprodução)

Publicado originalmente no G1

Um Papai Noel foi suspenso no Reino Unido depois que contou a três crianças sobre o massacre ocorrido na escola Sandy Hook, Newtown, no estado do Connecticut (EUA), e revelou que Papai Noel não existe, segundo o jornal inglês “Metro”.

O homem trabalhava em um centro comercial de produtos para jardinagem em Nuneham Courtenay, perto de Abingdon, no Reino Unido.

O casal  Wendy e Steven Kennett disse que pagou 5,99 libras (R$ 20) para cada um de seus três filhos conhecerem o Papai Noel.

No entanto os filhos Ryan, de 10 anos, Amy, de 7, e Katie, de 6, contaram que o Papai Noel havia dito que “existem pessoas más no mundo e coisas ruins acontecem, como a que aconteceu com aquelas crianças nos EUA”.

O mais velho também teria ficado triste e chorado porque Papai Noel revelou que ele não era real.

Um porta-voz do centro de jardinagem pediu desculpas pelo incidente. “Ele trabalhava como freelancer e foi suspenso de seu trabalho”, disse ele.

dica do João Marcos

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Papai Noel britânico é suspenso ao dizer que Papai Noel não existe

Deixe o seu comentário