Aplicativos ajudam a cumprir resoluções de Ano Novo

Aplicativo Mint ajuda a administrar finanças(Foto: Reprodução)
Aplicativo Mint ajuda a administrar finanças
(Foto: Reprodução)

Dieta, finanças e exercícios físicos são tema de aplicativos. Programas ajudam usuário a cumprir promessas.

Publicado originalmente no G1

Seja melhorar a saúde, seja administrar suas finanças melhor, cerca de 87% dos norte-americanos fazem resoluções de Ano Novo para 2013 e uma série de aplicativos podem ajudar a cumprir as promessas.

Quase metade das resoluções está relacionada à saúde, segundo um estudo recente feito nos Estados Unidos pela empresa TD Ameritrade.

Ao invés de entrar numa rotina rigorosa de ginástica, o aplicativo 5K Runner (acesse aqui) sugere que é melhor ir se adaptando às mudanças lentamente e focar em criar hábitos sustentáveis. O aplicativo para iPhone ajuda sedentários a correr uma distância de até 5 quilômetros em oito semanas.

“Você vai criando uma rotina devagar e, depois de oito semanas, está correndo 5 quilômetros, o que é bastante se você não está fazendo nada”, disse David-Michel Davies, diretor-executivo dos The Webby Awards, uma cerimônia anual que honra as empresas de internet.

O “app” guia os corredores em cada corrida, alternando períodos de corrida e caminhada por 35 minutos.

Davies também cita o Nike+ Running (veja aqui) e o RunKeeper (acesse aqui), dois aplicativos de ginástica populares e gratuitos que usam o GPS do celular para monitorar a distância percorrida, a velocidade e as calorias perdidas. Os dois programas estão disponíveis para aparelhos com iOS e Android.

A dieta também é componente importante para uma boa saúde e foco de diversos aplicativos. O DietBet (veja aqui) é um aplicativo para quem é competitivo. Disponível no iPhone e pela internet, ele permite que os usuários entrem em um desafio de quatro semanas para perder peso. Todos os participantes apostam dinheiro e têm que comprovar os quilos perdidos. Quem conseguir cumprir o desafio racha os recursos arrecadados.

“Depende de como as pessoas são motivadas”, disse Davies. “Transformar as coisas em games é algo que a tecnologia permite e, para algumas pessoas, isso realmente funciona.”

Para cuidar das finanças, Davies recomenda o Mint (veja aqui), que apresenta as arrecadações e gastos do usuário. O aplicativo está disponível para iOS, Android e pela internet, mas não funciona corretamente no Brasil. Outra dica no setor de finanças é o Lemon, criado por uma brasileira, que também funciona como carteira virtual (veja aqui).

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>