Facebook bloqueia uso de “Guarani-Kaiowá” no sobrenome de usuários

Membros da rede aderiram o nome indígena como forma de manifestar apoio à aldeia homônima, que em 2012 chamou atenção do público por luta contra fazendeiros

publicado no IDGNow

Desde segunda-feira (7/1), o Facebook passou a banir o uso do termo “Guarani-Kaiowá” no perfil dos usuários da rede. As informações são de Vânia Carvalho, um dos membros da rede que foi obrigada a apagar o nome alternativo do seu perfil, sob o risco de ter a conta suspensa.

“Me sentia feliz e orgulhosa em assinar o nome Vânia Carvalho Guarani Kaiowá Munduruku Awá no Facebook, uma forma de, publicamente, declarar o apoio aos Povos Indígenas, de demonstrar a indignação com o massacre diário que essas populações vem sofrendo”, disse a usuária, em um post no blog Portal de Agroecologia da Amazônia. “O Facebook está impedindo as pessoas de permanecerem com sobrenomes indígenas, embora aceite nomes como ‘bolinha’, ‘machão’, ‘fofinha’”, completa.

 

guarani-kaiowa2

Rede social obriga usuária a retirar termo do perfil

Além de Vânia, outros membros da rede também inseriram o complemento indígena ao nome verdadeiro do usuário. A manifestação na página teve início no final do ano passado como forma de protesto à ordem judicial, que determinava a retirada dos índios Guarani-Kaiowá da aldeia que habitavam, no Mato Grosso do Sul, para que fazendeiros pudessem reaver as terras ocupadas.

Mesmo depois de suspensa a liminar em outubro do ano passado, membros da plataforma social mantiveram seus nomes como forma de apoio à comunidade indígena.

Vale lembrar que a política de uso do Facebook permite ao usuário utilizar apelidos ou nomes de solteiro, por exemplo, como forma alternativa para o nome de usuário. Variações do nome completo também podem ser utilizados (como por exemplo Carol, em vez de Carolina). Termos relacionados a conteúdo ofensivo ou sugestivo e ainda caracteres especiais, não são permitidos.

Além disso, a rede social limita o número de vezes em que um indivíduo pode alterar o nome real – se tentar uma mudança diversas vezes, a opção para digitar um novo nome é desabilitada do perfil.

Comentários

3 comentários em “Facebook bloqueia uso de “Guarani-Kaiowá” no sobrenome de usuários

  1. O Facebook é uma corporação, logo, é igual a todas as corporações, está ao lado dos grandes. Sei que apenas colocar um sobrenome não muda nada, mas é uma coisa legítima, então, por que barrar? Sabemos, também, que muitas fazendas, verdadeiros latifúndios, foram “conquistadas” de forma totalmente irregular, mas acabaram legitimadas pelos nossos excelentes governos ao longo do tempo. Sou favorável à luta indígena. Não espero que tudo lhes seja restituído, não sou idiota, mas espero que lhes seja dado o suficiente para viverem de forma digna.

  2. Eu só acho que devem ser proibidas palavras e expressões ofensivas. Não é certo o Facebook fazer isso. Falam de liberdade de expressão na internet, mas bloqueiam a manifestação de usuários. Eu não entendo isso. Se eles falam que o negócio é pra ser livre, tem que ser livre e já era.

  3. Lembrando que nos termos que todos concordam e dizem ter lido ao criar a conta no facebook, informa que apenas os nomes reais serão permitidos, ao ver que muita gente (que acha que fazendo isso vai mudar alguma coisa) estava usando o mesmo sobrenome, o pessoal do Facebook procurou saber e viu do que se tratava. Aconselho os usuários que sentiram-se prejudicados a excluir suas contas. Leiam os termos de utilização do facebook antes de criticarem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>