“Me senti na obrigação de dar o meu ponto de vista”, diz Gabi sobre entrevista com Malafaia

GabiMalafaiaMauricio Stycer, no UOL

Dois dias depois de exibida pelo SBT, a entrevista de Marília Gabriela com o pastor Silas Malafaia ainda rende comentários. Em conversa com o UOL, a apresentadora reconheceu ter adotado um comportamento pouco comum ao manifestar, no meio da entrevista, uma opinião crítica sobre o que dizia o entrevistado. “Quis dar um equilíbrio à entrevista”, diz.

“Nunca tinha visto o Malafaia falando. Só havia lido. E entendi porque ele faz tanto sucesso como pastor. É muito enfático”, afirma Gabi. “Por isso, me senti na obrigação de dar o meu ponto de vista, uma coisa que não costumo fazer.”

Num momento da entrevista, Malafaia disse: “Eu não acredito que dois homens possam criar uma criança perfeita. Não acredito que dois homens ou duas mulheres tenham capacidade para desenvolver um ser humano”. Ao que a jornalista disse: “Você é Deus, Silas. Você já está julgando e préjulgando”.

Em outro momento da conversa, o pastor afirmou: “Amo os homossexuais como amo os assassinos”. Ao final da conversa, Gabi observou: “Que o meu Deus, que eu não sei se é igual ao seu, te perdoe”.

O “De Frente com Gabi” deste domingo deixou o SBT em segundo lugar, atrás da Globo, à frente da Record com alguns décimos de vantagem (6,3 pontos contra 5,9). No Rio, em especial, o programa “bombou”, marcando 12 pontos, contra 13 da Globo e 2,6 da Record.

Apesar do sucesso e da enorme repercussão do encontro, a jornalista diz não ter a menor intenção de voltar a ficar cara a cara com Malafaia. “Não tão cedo”, diz.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for “Me senti na obrigação de dar o meu ponto de vista”, diz Gabi sobre entrevista com Malafaia

Deixe o seu comentário