Mais de 50% dos comprometidos compartilham senhas com o parceiro

(Foto: Getty Images)

(Foto: Getty Images)

Entre outros dados, pesquisa realizada nos Estados Unidos descobriu que 12% das pessoas têm imagens íntimas ou dados pessoais usados de má fé pelo ex

Publicado originalmente na Época

Hoje em dia, compartilhar senhas virou um sinal de compromisso entre maridos e mulheres ou casais em um relacionamento sério. Mas o que acontece quando a união acaba? Segundo um estudo realizado nos Estados Unidos pela empresa de segurança McAfee – “Amor, relacionamentos e tecnologia: Quando dados pessoais ficam presos no meio de uma relação” (em tradução livre) –, as chances de um dos ex-parceiros se vingar usando informações pessoais é bem grande.

A pesquisa chegou à conclusão de que 12% das pessoas têm imagens íntimas ou dados pessoais publicados pelo parceiro atual ou pelo ex. Além disso, 28% dos entrevistados afirmaram, após o fim do relacionamento, ter se arrependido de enviar imagens quentes durante o namoro, e 32% das pessoas pediram ao ex para deletar estes dados. Ainda assim, enquanto comprometidas, 95% das pessoas acreditam que seus dados ou imagens estão seguros com o amado.

Mas por que se vingar? Entre os entrevistados, os motivos que mais levam um dos parceiros a expor dados pessoais do ex são a mentira e a traição. Segundo a pesquisa, os casais precisam estar informados sobre as consequências de compartilhar tanta informação privada com seus parceiros. Apesar de a opção parecer inofensiva, estes dados podem cair em mãos erradas e acabar em plataformas públicas.

Infográfico - Amor e Tecnologia (Foto: Natália Durães/ÉPOCA)

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Mais de 50% dos comprometidos compartilham senhas com o parceiro

Deixe o seu comentário