“O beijo da vida”, por Rocco Morabito

beijo

Rafael Gota, no Imagens Históricas

Em uma tarde de Julho de 1967, o fotógrafo Rocco Morabito dirigia calmamente o seu carro por uma estrada dos EUA, quando viu um poste de alta-tensão onde um funcionário da companhia de luz acabara de receber uma forte descarga elétrica. Vendo esta cena, parou seu carro, chamou a ambulância e desceu para tirar uma foto. Ai foi quando ele viu esta cena.

Voltando as pressas a redação do Jacksonville Journal, Rocco disse “acho que tenho uma foto muito bonita”, mas o editor lhe respondeu que a edição do dia seguinte já estava fechada. Às pressas ele mesmo revelou o filme e mostrou a foto para o editor. Depois de olhar por um instante, ele disse “muito boa”, e resolveu batizá-la de “O beijo da vida”.

Agora, vamos entender melhor o que aconteceu. Randall Champion e J.D. Thompson eram dois eletricistas responsáveis pela manutenção de linhas de alta tensão. Naquele dia, faziam a manutenção de rotina nos postes da West 26th Street, quando Champion sofreu um terrível acidente: um choque elétrico de mais de 4.000 volts atingiu o corpo do trabalhador, paralisando imediatamente o seu coração.

O cinto de segurança impediu a queda de Randall, e seu colega, Thompson, em um momento de frieza e forte instinto de sobrevivência, o fez respiração boca-a-boca. Thompson continuou a soprar ar nos pulmões de Champion até que sentiu que este voltara a respirar levemente, e neste momento desceu junto a seu amigo para então fazer massagens cardíacas.

Ah, o “clique” rendeu o Prêmio Pullitzer de 1968 para Rocco Morabito, e Randall sobreviveu, e não satisfeito, ainda levou outro choque anos depois, tendo também sobrevivido. Incrível!!!!!

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for “O beijo da vida”, por Rocco Morabito

Deixe o seu comentário