Deputados criam Frente Parlamentar dos Direitos Humanos

Marco-Feliciano-Foto-Jose-Cruz-ABr

Leonel Rocha, na Época

Para se contrapor as posições conservadoras da nova direção da comissão de Direitos Humanos da Câmara, deputados do PT, PDT, PSol, PC do B e de outras legendas vão lançar nesta quarta-feira a Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos Humanos.

As frentes parlamentares não estão previstas nos regimentos da Câmara ou do Senado. Mas servem de instância de atuação política para unificar ações de congressistas de diferentes legendas, mas com objetivo político específico.

Neste caso, a articulação da nova frente pretende levar ao plenário da Câmara, sem passar pela comissão de Direitos Humanos, projetos como casamento gay, descriminalização do aborto e o projeto que criminaliza a homofobia.

A criação da frente foi decidida depois da eleição do pastor deputado Marco Feliciano (PSC-SP) e da “profeta” deputada Antônia Lúcia (PSC-AC), respectivamente presidente e vice-presidente da comissão de Direitos Humanos.

Feliciano é acusado de homofobia e racismo em razão de textos postados no seu site. Na quarta-feira a Frente vai eleger sua direção.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Deputados criam Frente Parlamentar dos Direitos Humanos

Deixe o seu comentário