Romário pede prisão de Marin: “está na hora de dar exemplo ao Brasil”

O deputado federal Romário (PSB-RJ) voltou a proferir duros ataques ao presidente da CBF (foto: Marcelo Camargo/Folhapress)

O deputado federal Romário (PSB-RJ) voltou a proferir duros ataques ao presidente da CBF (foto: Marcelo Camargo/Folhapress)

Publicado originalmente no UOL

O deputado federal Romário (PSB-RJ) pediu nesta quarta-feira a prisão do presidente da CBF, José Maria Marin. Romário fez referência a um vídeo de autoria desconhecida, publicado no Youtube e reproduzido no blog do Juca Kfouri (veja/ouça no final do post), que traz uma gravação supostamente de Marin dando a entender que tem conhecimento de negociatas.

No vídeo, uma voz que parece ser a de Marin conversa com interlocutores não identificados sobre um recado que daria aos irmãos Balsinelli, donos da BWA, que estariam usando indevidamente o nome dele e de Marco Polo del Nero, presidente da Federação Paulista e vice-presidente da CBF.

“Este último vídeo do Marín comprova que a CBF está nas mãos de uma quadrilha”, falou Romário no microblog. “Prende esses caras, está na hora de dar um exemplo para o Brasil”.

Ainda nesta quarta, Romário conseguiu aprovar  um requerimento para uma audiência pública para debater a relação entre futebol e a ditadura no Brasil.

Romário e Marin viveram ‘entre tapas e beijos’ desde que o presidente da CBF assumiu o cargo há pouco mais de um ano. Em abril do ano passado, o deputado trocou afagos com o dirigente em encontro na Câmara e prometeu apoio.

Mas desde o fim de 2012, Romário iniciou uma cruzada contra Marin. O deputado tem batalhado por uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) na CBF e pedido mais transparência na entidade.

Os ataques ao presidente da CBF aumentaram após a divulgação do envolvimento de Marin com a Ditadura Militar. “As suspeitas sobre o presidente da CBF são graves e constrangedoras”, disse Romário em discurso no último dia 14.

O discurso áspero do deputado contra Marin tem sido cada vez mais eloquente no último mês. Após ser chamado de “sem expressão” como político pelo presidente da CBF, Romário devolveu. “Um cara que rouba medalhas e energia de um vizinho não tem moral para falar de Romário ou de qualquer deputado nesta Casa”.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Romário pede prisão de Marin: “está na hora de dar exemplo ao Brasil”

Deixe o seu comentário