Jovem bêbada precisa da ajuda dos bombeiros para sair de cadeira de bebê

Amber fez graça antes da chegada dos bombeiros Foto: Reprodução / Mail Online

Amber fez graça antes da chegada dos bombeiros Foto: Reprodução / Mail Online

publicado no Extra

A britânica Amber Jackson vai pensar duas vezes antes de fazer graça de novo, depois de beber com os amigos. Embriagada, a jovem de 19 anos ficou presa em uma cadeira de bebê. Ela se enfiou ali para posar para fotos, mas só conseguiu sair com a ajuda dos bombeiros.

De acordo com o tabloide britânico Dail Mail, as pernas de Amber ficaram presas na cadeira de metal. Os bombeiros da cidade de Hove, na Inglaterra, precisaram cortar a cadeira para tirar a jovem do aperto. Ao sair de lá, ela nem conseguia ficar em pé, porque as pernas estavam sem circulação de sangue.

– As pessoas dizem que eu sou estúpida, mas eu estava bêbada – se defende Amber. – Eu não achei engraçado chamas os bombeiros, e me senti mal mesmo. Mas bêbada, eu não pensei nas consequências ou o que poderia acontecer. Eu pensei que os meus amigos me tirariam dali. Eles tentaram me puxar, mas não conseguiram. Eu queria não ter feito isso, mas quando olho para trás, é engraçado.

 

A jovem estava bêbada
A jovem estava bêbada Foto: Reprodução / Mail Online

 

O resgate durou cerca de 15 minutos. No dia seguinte, já sóbria, a britânica prendeu a mão em um pote de geleia. Mas conseguiu tirar sem a ajuda dos bombeiros, dessa vez.

Mark Rist, chefe de operações do Corpo de Bombeiros da região, relembrou o caso:

– Ela disse que estava em uma festa, e o resgate foi bem animado – disse ele. – Ela não conseguiria sair sem a ajuda dos bombeiros. Estava presa por um bom tempo, e não tinha as ferramentas para lidar com isso.

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/bizarro/jovem-bebada-precisa-da-ajuda-dos-bombeiros-para-sair-de-cadeira-de-bebe-7892456.html#ixzz2Or9kq3ih

 

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Jovem bêbada precisa da ajuda dos bombeiros para sair de cadeira de bebê

Deixe o seu comentário