Conclave evangélico: Disputa por Assembleia de Deus vai aos tribunais

Pastor33

Felipe Patury, na Época

A sucessão da presidência da Convenção-Geral das Assembleias de Deus chegou à Justiça. Candidato de oposição, o pastor Samuel Câmara obteve no Pará uma liminar determinando a abertura dos dados relativos às inscrições dos 22 mil pastores que votarão na eleição, marcada para o início de abril.

Câmara quer saber se todos pagaram o registro cobrado dos eleitores. Enquanto o presidente da Convenção, José Wellington (foto), que tenta mais um mandato, cassava a decisão no tribunal do Pará, Câmara ganhou a causa no mérito. Esse é apenas um dos processos em curso.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Conclave evangélico: Disputa por Assembleia de Deus vai aos tribunais

Deixe o seu comentário